08:00 16 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Destróier Nastoychivy na região de Kaliningrado, Rússia

    Qual é a diferença entre frotas da Rússia e dos EUA? Almirante explica

    © Sputnik / Konstantin Chalabov
    Defesa
    URL curta
    15947
    Nos siga no

    O ex-comandante da Frota do Mar Negro da Rússia, Vladimir Komoedov, comentou o artigo publicado na National Interest sobre a comparação das frotas dos EUA e da Rússia.

    A revista publicou um material informando que as frotas dos países são opostas. Os EUA preferem grandes navios capazes de passar grandes distâncias, enquanto a Rússia constrói navios pequenos.

    O almirante notou que as particularidades geográficas e históricas da Rússia privaram o país do acesso direto a oceanos, com exceção do Pacífico.

    Tendo em conta esse fator, a Marinha da Rússia tomou a decisão de prosseguir com a estratégia de construção de navios e submarinos pequenos e móveis.

    "E os norte-americanos seguiram outro caminho. Eles construíram navios amplos que poderiam transportar não só o pessoal, mas também a aviação. E junto com o Japão seguem a rota de construção de porta-aviões", comentou Komoedov ao portal Serviço Nacional de Notícias.

    Segundo o almirante, isso foi possível exatamente por causa do acesso aos oceanos Pacífico e Atlântico que estes países têm.

    Aeronave militar multifunção MV-22 Osprey do Esquadrão Marine Medium Tiltrotor 264 se prepara para pousar no convés do porta-aviões USS Abraham Lincoln de classe Nimitz, durante as manobras em 17 de maio de 2019
    Aeronave militar multifunção MV-22 Osprey do Esquadrão Marine Medium Tiltrotor 264 se prepara para pousar no convés do porta-aviões USS Abraham Lincoln de classe Nimitz, durante as manobras em 17 de maio de 2019

    Ele também sublinhou que as áreas nos mares Báltico, Mediterrâneo e Negro são fechadas e só a Frota do Pacífico é capaz de se instalar diretamente no oceano Pacífico através de Kamchatka.

    Além disso, a frota soviética teve a tarefa de resistir contra as forças das frotas estrangeiras. Devido a isso, a URSS elaborou navios de guerra que podem transportar mísseis – cruzadores, destróieres e submarinos.

    Então a Rússia desenvolveu "operações eficazes contra grupos de porta-aviões", concluiu o militar.

    Mais:

    Porta-aviões dos EUA entra no mar do Sul da China enquanto Pequim realiza exercícios militares
    Marinha russa monitora presença de destróier dos EUA no mar Negro
    Marinhas de 18 países participam de exercícios navais perto da fronteira da Rússia (FOTOS)
    Rússia e Japão realizam manobras navais conjuntas
    Tags:
    Marinha, frota, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar