11:22 22 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Submarino nuclear Omsk do projeto 949A Antei

    Quais seriam as particularidades do submarino nuclear russo 'assassino de porta-aviões'?

    © Foto: Alex omen
    Defesa
    URL curta
    12472

    Submarino nuclear lançador de mísseis de cruzeiro K-186 Omsk está de volta à sua base operacional permanente na região de Kamchatka após sua modernização.

    O especialista militar Dimitri Litovkin falou em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik sobre as características principais deste tipo de submarinos.

    O submarino nuclear Omsk, depois de ter passado por reparações e modernização que duraram quatro anos nos estaleiros de construção naval Zvezda, na região de Primorie, regressou à sua base operacional permanente localizada na península de Kamchatka, informou o chefe da divisão de informação do serviço de imprensa do Distrito Militar Oriental para a Frota do Pacífico russa Nikolai Voskresensky.

    O chefe do estado-maior da força submarina da Frota do Pacífico, contra-almirante Eduard Mikhailov, felicitou a tripulação do submarino pelo seu regresso à base.

    O especialista militar Dimitri Litovkin, em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, explicou por que este submarino é apelidado de "assassino de porta-aviões".

    "Estes submarinos são destinados a combater contra grandes agrupamentos navais no teatro de operações. São apelidados de "assassinos de porta-aviões" porque estão armados com 24 mísseis de cruzeiro antinavio de grande alcance Granit. Cada um destes mísseis contém uma carga de combate de 500 quilos, podendo também transportar uma ogiva nuclear. Ele é capaz, portanto, de afundar um grupo de ataque de porta-aviões do inimigo com uma salva de mísseis'', disse especialista militar. 

    Que mudanças poderiam ter ocorrido após sua modernização?

    "Os submarinos deste tipo, que foram criados pela União Soviética, necessitam de passar por uma modernização significativa. São submarinos nucleares – é preciso trabalhar com reatores nucleares. Teriam sido alterados os sistemas de hidronavegação que este submarino possui, é muito provável que estes sistemas tenham sido modernizados, se pode dizer de forma figurada que a embarcação começou a ouvir e ver melhor debaixo d’água. Provavelmente, o submarino teria sido equipado com novos meios de comunicação, sistemas de extinção de incêndios e hélices propulsoras que reduzem o ruído produzido pelo navio", destacou Dimitri Litovkin. 

    Mais:

    Publicado VÍDEO da manobra do destróier da Rússia para evitar cruzador dos EUA
    'Assassino de submarinos': incrível corveta russa Sovershenny da Frota do Pacífico
    Tags:
    Rússia, submarino nuclear
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar