06:04 03 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 120
    Nos siga no

    O artefato de pedra, desenterrado durante escavações em uma praça no centro histórico de Roma, data do ano 49 d.C., durante o reinado do imperador Cláudio.

    Durante as escavações feitas no âmbito do projeto de renovação de uma importante praça no centro histórico da capital italiana, pesquisadores encontraram uma antiga e rara peça esculpida em rocha calcária, que servia para marcar os limites da cidade há aproximadamente 2.000 anos, durante o reinado do imperador Cláudio.

    O objeto foi encontrado em 17 de junho durante escavações de redirecionamento de esgotos sob o recém-restaurado mausoléu do imperador Augusto, no centro histórico de Roma, escreve agêcncia AP.

    • Monólito descoberto durante escavações no centro histórico de Roma, erguido no ano 49 d.C., durante o reinado do imperador Cláudio
      Monólito descoberto durante escavações no centro histórico de Roma, erguido no ano 49 d.C., durante o reinado do imperador Cláudio
      © AP Photo / Domenico Stinellis
    • Monólito descoberto durante escavações no centro histórico de Roma, erguido no ano 49 d.C., durante o reinado do imperador Cláudio
      Monólito descoberto durante escavações no centro histórico de Roma, erguido no ano 49 d.C., durante o reinado do imperador Cláudio
      © AP Photo / Domenico Stinellis
    1 / 2
    © AP Photo / Domenico Stinellis
    Monólito descoberto durante escavações no centro histórico de Roma, erguido no ano 49 d.C., durante o reinado do imperador Cláudio
    De acordo com os especialistas, na época tais pedras serviam para demarcar o pomério, área de terra ao longo das muralhas de Roma e das colónias romanas, que indicava os seus limites.

    As inscrições encontradas no monólito de aproximadamente 1,9 m de altura, 74,5 cm de largura e 54 cm de espessura indicam "com absoluta clareza" que foi colocado no lugar para marcar os novos limites do pomério de Roma durante a sua expansão no ano 49 d.C.

    A área do pomério era um espaço de terra ao longo das muralhas da cidade, dentro e fora delas, onde era proibido cultivar, viver, ou construir e no qual era proibido entrar com armas.

    "Este é um achado excepcional. Ao longo do tempo, foram encontradas apenas mais 10 outras pedras relacionadas com a época de Cláudio, e a mais recente até a data foi achada em 1909, há mais de 100 anos", explicou Virginia Raggi, prefeita de Roma durante uma coletiva de imprensa.

    Atualmente a peça é exibida no Museu Ara Pacis e foi colocada junto ao molde de uma estátua do imperador Cláudio.

    Mais:

    Minas de esmeraldas de pelo menos 1.500 anos são encontradas no Egito (FOTOS)
    Tesouro romano do século III escondido durante invasão bárbara é descoberto na Bulgária (FOTO)
    'Cidade dourada' recém-descoberta em Luxor é, de fato, a Pompeia egípcia, afirma cientista
    Tags:
    artefato, Império Romano, Roma, sítio arqueológico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar