00:57 19 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2272
    Nos siga no

    Lulas gigantescas conhecidas na mitologia e cultura popular como o monstro Kraken existem na realidade, revelou o diretor do Instituto de Oceanologia Shirshov da Academia de Ciências da Rússia.

    De acordo com o dr. em Geografia Aleksei Sokov, estes animais habitam nas águas na Antártica e nos mares nórdicos, em profundidades entre 200 e 2.000 metros, mas em alguns casos podem viver a 4.000 metros abaixo da superfície marinha.

    "Acho que se trata de lulas gigantes que foram realmente registradas. Direi logo que é um animal muito pouco estudado e raro, eles vivem ou em águas antárticas, ou nos mares nórdicos – são calamares antárticos ou simplesmente lulas gigantes", contou ele durante coletiva de imprensa na sede da Rossiya Segodnya em Moscou.

    O especialista também ressaltou que os Krakens vêm à superfície muito raramente.

    De acordo com suas palavras, seus colegas do Japão passaram dois anos tentando registrar esses animais raros no fundo do mar.

    Kraken é um monstro marítimo que surgiu primeiramente na mitologia nórdica. Era representado como um cefalópode enorme, de tamanho de uma ilha e com 100 tentáculos, que afundava os barcos.

    Entre as imagens mais destacadas deste animal na cultura popular está as do filme Piratas das Caraíbas, e o fato de seu nome (Kranken) ter sido dado a uma equipe de hóquei de Seattle.

    Mais:

    Novo estudo sugere que substância presente no chá verde pode ajudar no combate à COVID-19
    Cientistas revelam detalhes de explosão de raios gama que ocorreu a 1 bilhão de anos-luz (VÍDEO)
    Descoberto na China raro esqueleto de dinossauro gigantesco de 180 milhões de anos (FOTOS)
    Tags:
    águas profundas, Antártica, mar, lula
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar