04:25 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    Foi descoberta uma inscrição grega que conta como Ateneu, filho de Susipater, viajou de Antióquia, atual território da Turquia, para dedicar um pilar de pedra a Pã, deus grego, em Israel.

    Um altar notável, cuja data é estimada entre séculos I e II d.C., com uma inscrição em grego foi descoberto durante escavações de uma antiga igreja cristã em Banias, em Israel, informa The Times of Israel. Segundo a inscrição, o altar foi dedicado por um peregrino, que viajou de Antióquia, ao deus grego Pã.

    Inscrição grega no altar a Pã de época romana descoberta durante escavações recentes em Banias
    Inscrição grega no altar a Pã de época romana descoberta durante escavações recentes em Banias

    O altar foi descoberto em um muro de uma das mais antigas igrejas israelenses, desenterrada ao pé das espetaculares Fontes de Banias. Antiga igreja bizantina de cerca de 400 d.C. foi edificada no topo do templo a Pã de época romana onde aconteceu a dedicação do novo altar descoberto.

    O que torna o local das escavações em Banias topograficamente único é por contar com rocha, caverna, fontes e um terraço, construído nos tempos antigos de um pedaço de rocha caído, no qual o templo se edificou. Culto a Pã iniciou-se aproximadamente no século III d.C. perto da rocha e das fontes. O templo foi construído por volta de 20 d.C. Depois de passar a contar em 320 d.C. com um bispo, a região se tornou um importante centro cristão.

    Igreja bizantina de cerca de 400 d.C. desenterrada em Banias (Yaniv Cohen)
    © Foto / Yaniv Cohen
    Igreja bizantina de cerca de 400 d.C. desenterrada em Banias (Yaniv Cohen)

    Como conta a inscrição do altar, Ateneu, filho de Susipater, manteve o juramento de pagamento e consagrou o altar a "Heliópolis Pã", ou seja, uma combinação de dois deuses – Pã, deus dos pastores, e Heliópolis (identificado também como Júpiter ou Zeus), que era conhecido também na fronteira sírio-turca. A inscrição foi decifrada pelo professor da Universidade Bar-Ilan, Avner Acker.

    Sendo a reutilização de materiais de construção pré-fabricados uma tarefa prática, a disposição do altar poderia ser significativa e, provavelmente, destinava-se a humilhar deliberadamente os pagãos que ainda mantinham a sua fé "antiga" com o movimento cristão se enraizando rapidamente, explicou em comunicado a diretora da escavação da Universidade de Haifa, professora Adi Erlich.

    Ela também notou que o doador, Ateneu, filho de Susipater, teria tido que viajar centenas de quilômetros para chegar às Fontes de Banias, uma área por muito tempo associada ao deus Pã, que teve a pronunciação árabe preservada de seu nome grego.

    O altar foi apresentado em um evento na residência oficial do presidente de Israel, em Jerusalém, para celebrar o centenário da fundação do predecessor da Autoridade de Antiguidades de Israel.

    Mais:

    Representação da deusa egípcia Ísis descoberta durante escavações na Alemanha (FOTO)
    Escavações em Israel provocam discussões bíblicas sobre 'governador' de Jerusalém
    Cientistas revelam 'Rota da Seda pré-histórica' da Idade do Bronze utilizando método inovador
    'Tesouro' de metal da Idade Média é encontrado na Polônia (FOTO)
    Tags:
    arqueólogo, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar