05:59 29 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2122
    Nos siga no

    O intrincado mosaico do século IV foi achado em 1983 por uma equipe de arqueólogos poloneses na costa oeste de Chipre. Finalmente os cientistas parecem ter descoberto o significado dos desenhos.

    À primeira vista, o mosaico de 16 metros quadrados parece representar cenas da mitologia grega, com o deus Zeus e Cassiopeia, a mãe da princesa Andrômeda, além de faunos. Todavia, o verdadeiro significado do desenho iludiu arqueólogos por quase 40 anos.

    Na verdade, "este mosaico é uma polêmica anticristã ilustrada em um período de crescente dominação dos seguidores da fé cristã", garante ao tabloide Express o arqueólogo Marek Olszewski, do Departamento de Arqueologia da Universidade de Varsóvia, Polônia.

    Parte de antigo mosaico em que a fé cristã é provavelmente parodiada
    Parte de antigo mosaico em que a fé cristã é provavelmente parodiada

    O século IV, período em que o mosaico foi produzido, marcou uma época de grande desenvolvimento para os seguidores de Jesus Cristo. Mas nem todo mundo estava aceitando a nova fé durante esses tempos, como demonstram as ilustrações.

    O arqueólogo polonês defende que o mosaico faz uso de alegoria, analogia e personificação para salientar o cristianismo. Por exemplo, argumenta Olszewski, a imagem do deus Dionísio sentado no colo de Hermes é uma zombaria do menino Jesus sentado no colo da Virgem Maria.

    Da mesma forma, uma cena que descreve Apolo condenando o fauno Marsias à morte reflete a cena de Pôncio Pilatos condenando Jesus à crucificação. "Todos esses princípios retóricos foram usados ​​nas artes retóricas, mas tiveram um grande impacto em outras artes, incluindo as artes visuais […]. O mosaico é construído sobre os princípios da antítese retórica aos princípios da fé cristã", explica o arqueólogo.

    Parte de antigo mosaico em que a fé cristã é provavelmente parodiada
    Parte de antigo mosaico em que a fé cristã é provavelmente parodiada

    Neoplatonismo

    Na opinião de Olszewski, o mosaico provavelmente foi inspirado por um movimento dos séculos III e IV conhecido como Neoplatonismo.

    Esse movimento religioso e político era particularmente popular entre a elite da época. E nesse período a administração romana estava cada vez mais rejeitando as velhas crenças pagãs em um movimento em direção ao cristianismo.

    Isso levou a muitos confrontos entre pessoas que se apegavam aos seus velhos hábitos e os seguidores de Cristo.

    Olszewski acredita que haja mais exemplos de crítica visual ou zombaria por aí e cita mosaicos polêmicos dos séculos III e IV que foram encontrados na Síria.

    Mais:

    Descoberta em Salamanca 1ª obra de Shakespeare que chegou à Espanha (FOTOS)
    Vala comum de casal guerreiro, bebê e serva de 2.500 anos é descoberta na Sibéria (FOTOS)
    Grande depósito de ovos de dinossauro é descoberto na Espanha (FOTOS)
    Aço inoxidável usado por persas há quase 1.000 anos é descoberto no sul do Irã (FOTOS)
    Tags:
    arqueólogo, Polônia, , cristianismo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar