01:13 24 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 60
    Nos siga no

    Pesquisadores consideram que o viveiro tenha servido de proteção natural para as crias que ainda não estavam prontas para sair ao oceano aberto.

    Um viveiro de megatubarões de aproximadamente 24 milhões de anos foi descoberto em zona rica em fósseis, perto do município norte-americano de Summerville, Carolina do Sul, de acordo com o portal Live Science.

    Até agora se sabia somente de viveiros de megalodontes, uma família extinta de tubarões gigantes. Um megalodonte de dez milhões de anos foi descoberto no Panamá, e outro de cinco milhões de anos no Chile.

    No novo viveiro de megalodontes havia dentes de Otodus angustidens, uma espécie que viveu durante o Oligoceno entre 34 milhões e 23 milhões de anos atrás, afirmou Robert Boessenecker, coautor da pesquisa do Museu Mace Brown de História Natural em Charleston, da Carolina do Sul.

    O maior dente de Otodus angustidens

    Pesquisadores encontraram o maior dente já registrado dessa espécie extinta, fazendo surgir sugestões de que estes animais eram muito maiores do que o imaginado.

    Até agora, havia provas de um Otodus angustidens de 8,47 metros de comprimento encontrado na Nova Zelândia. Os cálculos do novo estudo revelaram que o megatubarão da Carolina do Sul tinha 8,85 metros de comprimento.

    Dezenas de dentes da espécie de megalodontes Otodus angustidens, encontradas na Carolina do Sul, EUA
    © Foto / Addison Miller
    Dezenas de dentes da espécie de megalodontes Otodus angustidens, encontradas na Carolina do Sul, EUA

    Em comparação, um tubarão-branco contemporâneo (Carcharodon carcharias) pode medir até seis metros. No novo viveiro, foram encontrados 87 dentes de Otodus angustidens, dos quais três eram de crias, 77 pertenciam a exemplares jovens e sete eram de adultos.

    Durante o Oligoceno, as águas na costa do que hoje é Carolina do Sul provavelmente eram pouco profundas, pondera Boessenecker, sugerindo que o viveiro encontrado possa ter servido de proteção natural para os megalodontes que ainda não estavam prontos para o oceano aberto.

    Mais:

    Raro tubarão albino é capturado em águas do Reino Unido (FOTO)
    Peixe de águas subterrâneas encontrado na Índia é 'fóssil vivo' (FOTO)
    Tubarão persegue surfista que é salvo por drone na Austrália (VÍDEO)
    Raro tubarão bebê de 2 cabeças é encontrado por pescador na Índia (FOTOS)
    Tags:
    dentes, fósseis, tubarão, Chile, Nova Zelândia, EUA, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar