05:03 29 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    A descoberta surpreendeu os pesquisadores, que inicialmente acreditavam que o bico era parte da espinha de um peixe.

    Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Portsmouth e Universidade de Bath, no Reino Unido, descobriu o fóssil de uma nova espécie de pterossauro no Marrocos, de bico longo, fino e sem dentes. Os resultados da pesquisa foram publicados recentemente na revista Cretaceous Research.

    A descoberta surpreendeu os pesquisadores, que inicialmente acreditavam que o bico era parte da espinha de um peixe. Contudo, a equipe descobriu que tinha uma textura incomum e percebeu que era parte de um bico.

    O exemplar é do tamanho aproximado de um peru e se parece com uma ave kiwi. "Nunca tínhamos visto nada como este pequeno pterossauro. A peculiar forma do bico era tão única que, no começo, os fósseis não eram reconhecidos como pterossauros", explicou o coautor do estudo, David Martill, através de um comunicado.

    A espécie, chamada Leptostomia begaaensis, usava seu bico para escarafunchar na terra em busca de presas escondidas, como os atuais kiwis fazem para procurar minhocas, crustáceos ou ostras.

    Pterossauro Leptostomia begaaensis
    Pterossauro Leptostomia begaaensis

    Os pterossauros, também conhecidos como répteis voadores pré-históricos, foram os primeiros vertebrados a conquistar o ar. Até o momento se conhecem mais de 100 espécies, algumas tão grandes como um avião de combate e outras tão pequenas como um pardal.

    Eles surgiram no Triássico Superior e desapareceram na Extinção do Cretáceo-Paleogeno, há 65 milhões de anos. Os primeiros animais desta espécie tinham mandíbulas com dentes e uma cauda longa, enquanto os do Cretáceo quase não possuíam dentes e tinham uma mandíbula que parecia um bico.

    "Algumas espécies caçavam comida em pleno voo, outras perseguiam suas presas no solo. Agora, os fragmentos deste notável pterossauro mostram um estilo de vida previamente desconhecido dos pterossauros" em geral, agregou Martill.

    Mais:

    Pegadas de dinossauros de 130 milhões de anos são descobertas na China (FOTOS, VÍDEO)
    Cientistas já sabem de quem é pena fóssil mais antiga já encontrada (FOTO)
    Dinossauro carnívoro com sensores de crocodilo é descoberto por paleontólogos (FOTO)
    Tags:
    réptil, arqueologia, ciência, dinossauro, fóssil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar