18:07 22 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 12
    Nos siga no

    As imagens mais recentes, enviadas pela sonda espacial Juno da NASA, exibem a Grande Mancha Vermelha, uma tempestade particularmente violenta em Júpiter.

    Graças ao programa da NASA New Frontiers, cujo objetivo é explorar o Sistema Solar, se tornou possível orbitar de perto o maior planeta do nosso Sistema Solar.

    Devido a uma órbita polar elíptica, a sonda Juno se aproxima de Júpiter a intervalos regulares, e com a câmera JunoCam consegue tirar fotos de perto da fascinante superfície do gigante gasoso.

    Na semana passada, a NASA revelou novas fotos que foram enviadas à Terra pela sonda espacial e postadas no site da JunoCam após serem processadas.

    ​O mais recente sobrevoo da sonda Juno da NASA na última terça-feira (9).

    Em uma compilação de imagens do mais recente sobrevoo da espaçonave ao longo da superfície de Júpiter, dá para ver inúmeras tempestades que assolam o enorme planeta, entre elas a Grande Mancha Vermelha, considerada um dos mais violentos fenômenos de todo o Sistema Solar.

    Todas as fotos fazem parte da missão científica de Juno, que visa estudar as tempestades, a composição atmosférica e campos gravitacionais e magnéticos de Júpiter.

    Monitoramento de Júpiter tem um papel importante na compreensão de muitos mistérios em torno dos primeiros anos de formação do Sistema Solar, além de nos ajudar a entender melhor como planetas gigantes gasosos são formados.

    Mais:

    Sonda da NASA capta momento raro de fusão de 2 tempestades em Júpiter (FOTO)
    Sonda da NASA capta incrível FOTO de 'enorme dragão' na superfície de Marte
    Luz solar consegue quebrar rochas no asteroide Bennu, revelam FOTOS de sonda da NASA
    Tags:
    espaço, Universo, tempestade, NASA, Sistema Solar, sonda espacial, Júpiter
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar