14:10 09 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    1105
    Nos siga no

    A comunidade científica está esperando que o asteroide Apophis se aproxime o suficiente da Terra em 2029 para estudá-lo, pois passagens próximas de objetos tão grandes são extremamente raras.

    A agência espacial NASA está planejando lidar com asteroides que passam a até 32.000 quilômetros da Terra, disse o administrador da agência Jim Bridenstine.

    "Apophis vai se aproximar da Terra em 2029. Ele estará abaixo de alguns de nossos satélites em órbita geossíncrona [35.000 quilômetros]", previu Bridenstine durante uma coletiva de imprensa on-line na terça-feira (5).

    Segundo ele, a ameaça do 99942 Apophis, ou de qualquer outro asteroide, se aproximar da Terra até que uma colisão possa ser possível foi estudada pela NASA em cooperação com a Força Espacial dos EUA.

    "Temos uma Força Espacial que está disposta a trabalhar conosco agora [...] Temos que ter certeza que estamos preparados para um impacto de asteroide que pode ser devastador. Temos que trabalhar na forma como vamos lidar com um asteroide que tenha impacto com a Terra", comentou Jim Bridenstine.

    O comandante da Força Espacial dos EUA, general Jay Raymond, expressou seu entusiasmo em trabalhar com a NASA para "manter o domínio espacial seguro para todos".

    A estreita parceria que temos hoje com a NASA é tão importante para o nosso entendimento coletivo do domínio espacial. Juntos vamos trabalhar para manter o domínio seguro para todos.​

    13 de abril de 2029: o asteroide Apophis de 1.100 pés [335 metros] de largura chegará tão perto da Terra que passará abaixo de alguns satélites. A NASA e a Força Espacial trabalharão em conjunto para melhorar a forma como detectamos objetos próximos à Terra e desenvolvemos estratégias para mitigar as ameaças.

    O objetivo da parceria entre a Força Espacial e a NASA é "desenvolver a consciência situacional cislunar" com a ajuda do ramo militar para "monitorar mais além no espaço".

    Dados científicos, incluindo observações do Apophis, representativos de cerca de 2.000 Asteroides Potencialmente Perigosos atualmente conhecidos, "poderiam um dia ser usados para defesa planetária", segundo o astrônomo Davide Farnocchia, do Centro de Estudos de Objetos Próximos à Terra (CNEOS, na sigla em inglês).

    Anteriormente, foi relatado que o asteroide 99942 Apophis se aproximaria da Terra no dia 13 de abril de 2029, segundo os cálculos dos cientistas.

    Mais:

    Misteriosa espaçonave da Força Aérea dos EUA se prepara para 6ª missão
    De olho nos céus: cientistas se preparam para aproximação de asteroide de 4 km a nosso planeta
    Pandemia força NASA a suspender construção de poderoso foguete
    Tags:
    Jim Bridenstine, Terra, Força Espacial Militar dos Estados Unidos, NASA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar