12:02 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 50
    Nos siga no

    Em Mianmar foi encontrado o fóssil de um pequeno animal com 100 milhões de anos que se acredita ser uma forma transitória entre aves e dinossauros.

    Uma cabeça de dinossauro pouco maior que um beija-flor foi descoberta em um pedaço de âmbar com 100 milhões de anos, com um crânio muito parecido com o de um pássaro. Uma série de características sugere que o animal está relacionado com os primeiros antepassados das aves modernas, diz o estudo publicado na revista Nature.

    O dinossauro, chamado Oculudentavis khaungraae, tem um bico longo e esguio, uma boca cheia de dentes afiados e olhos enormes. Ao contrário da maioria dos fósseis habituais encontrados em rochas, o crânio parece ainda ser composto de osso real. Parte da pele do palato e da língua também está preservada. Além disso, o fóssil aparentemente manteve algum material original do corpo do dinossauro.

    O pedaço de âmbar polido, medindo apenas 31 x 20 x 8,5 mm, foi encontrado na província de Kachin, no norte de Mianmar (antiga Birmânia).

    "A preservação dos vertebrados em âmbar é rara e nos dá uma ideia do representante mais pequeno de toda a linha de dinossauros. Suas características anatômicas únicas apontam para uma das menores e mais antigas aves já encontradas", disse Lars Schmitz, um dos autores do estudo.

    Os cientistas descobriram que o crânio do Oculudentavis khaungraae é diferente dos crânios de outros dinossauros similares a aves do seu tempo.

    Como era o dinossauro

    O Oculudentavis khaungraae era um animal diurno, algo que pode ser deduzido a partir da forma e tamanho das órbitas que definem uma pupila pequena, e tendo também uma semelhança marcante com os olhos dos lagartos modernos. É provável que o dinossauro tenha sido um predador, alimentando-se de pequenos artrópodes ou invertebrados.

    Os cientistas acreditam que o espécime encontrado representa uma ligação previamente não observada entre as formas transitórias dos dinossauros e das aves.

    "Nenhum outro grupo de aves modernas tem espécimes com crânios tão pequenos em adultos", disse Schmitz. "Esta descoberta mostra-nos que ainda temos uma ideia muito limitada de como eram os pequenos vertebrados na era dos dinossauros".

    Mais:

    Curiosa fauna de dinossauros carnívoros é encontrada na Patagônia (FOTO)
    Perdidos e achados: DNA de dinossauros abre portas para descobrir mais sobre animais antigos
    Enigma de pegadas de dinossauro de 200 milhões de anos é desvendado em bate-papo em mercado (FOTOS)
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar