22:36 11 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    A NASA vem monitorando uma rocha espacial que mantém uma trajetória em torno de vários corpos no Sistema Solar e passa sistematicamente através da órbita da Terra com o Sol.

    Segundo estimativas, espera-se que 13 Objetos Próximos à Terra (NEO, na sigla em inglês) voem sobre nosso planeta até o fim deste ano.

    A Terra está pronta para ter um encontro próximo com o asteroide 2019 XO1 de 33 a 74 metros diâmetro.

    O corpo celeste deverá voar perto de nós por volta das 10h25 desta sexta-feira, que coincidentemente cai no dia 13, a uma velocidade de mais de 28.000 km/h, de acordo com a agência espacial norte-americana.

    A rocha espacial tem uma órbita que voará perpendicularmente à Terra a uma aproximação de 0,03033 unidade astronômica, que equivale a aproximadamente 3 milhões de quilômetros de distância, explica o Centro de Estudos de Objetos Próximos à Terra (CNEOS, na sigla em inglês) da NASA.

    Nave espacial Dawn da NASA em frente ao planeta Ceres e ao asteroide Vesta
    Nave espacial Dawn da NASA em frente ao planeta Ceres e ao asteroide Vesta

    O 2019 XO1 se aproximou da Terra pela primeira vez em 17 de novembro de 2013. Após essa passagem, o asteroide não será visto novamente no Sistema Solar até 22 de dezembro de 2022, onde se aproximará novamente a mais de 14 milhões de quilômetros de distância.

    Mais:

    Rota de impacto? Asteroide enorme passará por nós pouco antes do Natal
    Saiba por que Bennu é apelidado de 'asteroide do apocalipse'
    Asteroide passará perto da Terra a 27.000 km/h na sexta-feira, alerta NASA
    Tags:
    Sistema Solar, Terra, NASA, objeto interestelar, asteroide
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar