07:40 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    251
    Nos siga no

    Um grande corpo celeste está se movendo na direção da Terra e chegará ao ponto mais próximo do nosso planeta nesta sexta-feira (6).

    De acordo com as estimativas da NASA, o asteroide 2019 WR3 mede entre 72 e 160 metros de diâmetro e se move a uma velocidade de 27.036 km/h.

    Para efeito de comparação, a Grande Pirâmide de Gizé, no Egito, mede 139 metros de altura.

    Além disso, a agência espacial americana calcula que o corpo rochoso passará no dia 6 de dezembro por volta das 17h52, do horário de Brasília.

    Risco para humanidade?

    Apesar de a notícia parecer alarmante, o asteroide em questão não representa um perigo para nós, já que o ponto máximo de aproximação será de aproximadamente 5,4 milhões de quilômetros, ou seja, cerca de 14 vezes a distância entre a Lua e a Terra.

    Simulação da aproximação de um asteroide
    © AP Photo / NASA / JPL-CalTech
    Simulação da aproximação de um asteroide

    O 2019 WR3 pertence ao grupo de asteroides Apolo, que tem uma órbita muito ampla ao redor do nosso planeta. Ocasionalmente, a órbita dos corpos celestes neste grupo atravessa a da Terra.

    Mais:

    Astrônomos avaliam perigo de asteroide que se aproxima da Terra
    Veja como cidades europeias são 'atingidas' por asteroide em simulação (FOTOS, VÍDEO)
    Asteroide gigante passará perto da Terra 25 vezes mais rápido que os caças
    Tags:
    corpo celeste, NASA, Terra, asteroide
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar