01:25 25 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Coronavírus no Brasil em meados de agosto de 2021 (13)
    265
    Nos siga no

    Relator da CPI da Covid disse que deve antecipar a entrega do relatório final da comissão, que pode funcionar até novembro. Ele afirma que já tem provas de que o governo dificultou a compra de vacinas.

    Os juristas que assessoram a CPI da Covid vão enfatizar no parecer técnico os crimes cometidos pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), pelo ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello e pelo ex-secretário executivo da pasta Élcio Franco, relata o jornal O Globo nesta sexta-feira (13). O documento deve constar no relatório final da investigação da comissão elaborado pelo relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL).

    "Nosso documento apontará a qualificação jurídica dos fatos apurados pela CPI e caberá à comissão avaliar o que acolherá do parecer [...]. Todo o conjunto da obra, as declarações do presidente e os atos do governo, aponta para o crime de responsabilidade por afrontar o respeito à vida e à saúde, que são direitos consagrados na Constituição. O desprezo ao valor da vida não é só uma ação do presidente, é uma ação do governo, já que todos defendiam a imunização de rebanho e priorizaram salvar a economia. Estamos estudando se isso também configura crime contra a humanidade", disse à mídia Reale Jr., coordenador da comissão jurídica que apoia os senadores.

    Reale Jr. acrescentou que, na avaliação do grupo de juristas, as ações de Bolsonaro, Pazuello e Franco apontam para pelo menos três crimes: responsabilidade, contra a saúde pública e curandeirismo.

    Presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), vice-presidente, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e relator senador Renan Calheiros (MDB-AL) durante sessão da CPI da Covid no Senado, 11 de agosto de 2021
    © Foto / Agência Senado / Jefferson Rudy
    Presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), vice-presidente, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e relator senador Renan Calheiros (MDB-AL) durante sessão da CPI da Covid no Senado, 11 de agosto de 2021
    Além de Reale Jr., integram a equipe Helena Regina Lobo da Costa, professora da Universidade de São Paulo (USP), Alexandre Wunderlich, professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) e Sylvia Steiner, ex-juíza do Tribunal Penal Internacional.

    O relator da CPI da Covid, Renan Calheiros, disse esta semana que deve antecipar a entrega do relatório final da comissão, que pode funcionar até novembro. O senador de Alagoas afirmou que já tem provas de que o governo dificultou a compra de vacinas para combater a COVID-19.

    Tema:
    Coronavírus no Brasil em meados de agosto de 2021 (13)

    Mais:

    Quebra de sigilo conecta Roberto Dias à empresa investigada na CPI por contratos irregulares
    Governistas e oposição: CPI da Covid lista políticos que espalharam fake news sobre pandemia
    Vice-presidente da CPI da Covid pede que PF investigue Bolsonaro por divulgar inquérito sigiloso
    CPI decide enviar ao MPF sugestão de indiciamento de Bolsonaro por charlatanismo, diz mídia
    Tags:
    Eduardo Pazuello, Jair Bolsonaro, governo bolsonaro, COVID-19, CPI da Covid, pandemia, novo coronavírus, Renan Calheiros
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar