20:12 02 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    11246
    Nos siga no

    O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva usou o Twitter para provocar o atual presidente Jair Bolsonaro. No post, Lula aposta que Bolsonaro não será o mais votado pelos brasileiros em 2022.

    Luiz Inácio Lula da Silva, que comandou o Brasil entre 2003 e 2011, usou sua conta no Twitter, nesta terça-feira (20) para enviar um recado ao atual presidente Jair Messias Bolsonaro. Além de ofender Bolsonaro de "chucro" e "estúpido", Lula ainda afirma em sua mensagem que o atual presidente não será reeleito pelos brasileiros em 2022.

    Em outro tweet, o ex-presidente criticou a postura de Bolsonaro em seus recentes questionamentos acerca da confiabilidade da urna eletrônica e sua insistência no retrocesso do sistema eleitoral atual, julgando que o presidente deveria estar focado em pautas públicas e econômicas. 

    O presidente defende o sistema de voto impresso e em recentes falas ameaçou não aceitar eventual derrota eleitoral com o atual sistema eletrônico porque, segundo ele, seria sinônimo de fraude. No entanto, o sistema eleitoral eletrônico do Brasil é modelo internacional em avanço tecnológico e segurança da informação, que inclusive deu a vitória de Bolsonaro no segundo turno das eleições de 2018.

    Tradicionalmente, a transferência de poderes ocorre no Brasil quando o presidente em fim de mandato entrega a faixa presidencial ao presidente eleito, algo que Bolsonaro adiantou que não vai fazer "se houver fraude".

    O ex-presidente Lula lidera todas as pesquisas de opinião para as eleições presidenciais de outubro de 2022, apesar de ainda não ter confirmado oficialmente sua candidatura.

    Mais:

    Brasil é o país que mais gasta com fundo eleitoral, diz estudo; Bolsonaro visa vetar nova proposta
    Eduardo Bolsonaro recorre de decisão do Facebook, que suspendeu o perfil do deputado por 30 dias
    Lula defende urna eletrônica, diz que impeachment é possível e que 'Lira não é dono do país'
    Tags:
    provocação, eleições, ofensa, Twitter, Bolsonaro, Lula
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar