03:37 12 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil afronta COVID-19 no fim de abril de 2021 (62)
    280
    Nos siga no

    A faixa etária dos jovens entre 20 e 29 anos é a que teve o maior aumento de mortes por COVID-19 no começo de abril em relação ao início do ano, informou a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), nesta sexta-feira (23).

    No levantamento, a entidade aponta que houve um crescimento substancial do número de óbitos em todas as faixas de idade. Mas a dos mais jovens foi a que registrou a maior variação, com 1.081,82% mais mortes, conforme noticiou o G1.

    O segundo maior aumento ocorreu entre 40 e 49 anos, com alta de 933,33% nos óbitos pela doença.

    Entre 30 a 39 anos, o crescimento foi de 818,60%. E nas faixas de 50 a 59 e de 60 a 69, a variação foi, respectivamente, de 845,21% e 571,52%.

    Os dados foram coletados pela Fiocruz entre os dias 4 e 10 de abril e comparados com os registros de 3 a 9 de janeiro.

    A Fiocruz trabalha na produção de vacinas de Oxford/AstraZeneca contra a COVID-19
    © Folhapress / A7 Press
    A Fiocruz trabalha na produção de vacinas de Oxford/AstraZeneca contra a COVID-19

    Em números absolutos, a quantidade de mortes na faixa de 20 a 29 anos subiu de 11 para 130.

    Considerando todas as faixas etárias ao longo do ano, o aumento global de mortes por COVID-19 foi de 429,47%.

    Até esta sexta-feira (23), o Brasil já registrou 386.623 mortes pela doença desde o início da pandemia. Ao todo, o país tem 14.238.110 de casos confirmados.

    Tema:
    Brasil afronta COVID-19 no fim de abril de 2021 (62)

    Mais:

    Montanhista testa positivo para COVID-19 no acampamento-base do Everest
    Cientistas explicam reinfecção pela COVID-19 e como vírus 'se esconde dos anticorpos'
    Brasil vai vacinar todos os atletas para Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio, diz jornal
    Tags:
    Fiocruz, jovens, mortes, Brasil, novo coronavírus, pandemia, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar