20:01 28 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    4119
    Nos siga no

    A troca dos comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica gerou repercussão em Brasília nesta terça-feira (30).

    O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, foi um dos que falou sobre a troca. Segundo ele, "Bolsonaro está cada vez mais parecido com Chávez e Maduro".

    O governador de São Paulo, João Doria, afirmou que "as Forças Armadas são instituições de Estado, não de governo".

    Ciro Gomes, ex-governador do Ceará, interpreta a saída dos comandantes como uma "mensagem importante que eles estão mandando para várias direções".

    Nesta terça-feira (30), Edson Pujol (Exército), Ilques Barbosa (Marinha) e Antônio Carlos Moretti Bermudez (Aeronáutica) deixaram as Forças Armadas. O Ministério da Defesa não informou o motivo da saída dos três comandantes nem anunciou os substitutos.

    O anúncio acontece no dia seguinte ao ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, ter deixado o cargo. Além deste, outros cinco ministérios sofreram mudanças nesta segunda-feira (29).

    Mais:

    Queda de ministros indica 'limite da governabilidade' do bolsonarismo, diz especialista
    Líder da 'bancada da bala' critica Bolsonaro: 'Perdemos mais com ele'
    Pequenas empresas serão as grandes beneficiadas pela MP assinada por Bolsonaro, avalia economista
    Reforma ministerial foi gesto de Bolsonaro para agradar ao centrão, diz analista
    Tags:
    Aeronáutica, Exército, Marinha, Jair Bolsonaro, Forças Armadas, Brasília, Brasil, Nicolás Maduro, Hugo Chávez, Rodrigo Maia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar