18:32 16 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    8182
    Nos siga no

    O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), pautou dois habeas corpus da defesa do ex-presidente Lula que pedem a suspeição dos desembargadores João Pedro Gebran Neto e Carlos Thompson Flores.

    Os desembargadores citados pela defesa foram responsáveis pela condenação de Luiz Inácio Lula da Silva no caso do sítio de Atibaia, em São Paulo.

    O ministro Edson Fachin é o relator da Lava Jato no STF. Portanto, com a sua decisão, se os desembargadores forem considerados suspeitos, todas as ações do caso no âmbito do TRF-4 podem ser anuladas.

    Vale lembrar que o tribunal foi responsável por julgar diversos recursos referentes a casos da Lava Jato de Curitiba.

    ​Entenda a suspeição

    Dado que os dois habeas corpus foram pautados por Fachin em plenário, ministros do STF poderão depositar seus votos entre os dias 5 e 12 de março, escreve o jornal O Globo

    Nos pedidos da defesa de Lula, os advogados reforçam o entendimento de que os desembargadores foram parciais em suas decisões. Eles citam, como exemplo, trechos de um livro escrito pelo desembargador Gebran Neto.

    Eles sustentam a existência de uma "indiscutível relação de amizade íntima" entre o desembargador Gebran Neto e o ex-ministro Sergio Moro, e argumentam que "o cenário apresentado, de clara amizade entre os profissionais já possibilita suscitar a hipótese de suspeição, o que enfraquece uma das balizas essenciais da imparcialidade".

    O caso do sítio de Atibaia

    O processo a respeito de um sítio no interior paulista rendeu a segunda condenação de Lula em ações judiciais da Lava Jato. Na denúncia do Ministério Público Federal, o ex-presidente é acusado de crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

    No entendimento da Justiça, o imóvel passou por reformas custeadas pelas empresas Odebrecht, OAS e Schahin em benefício de Lula e sua família. O sítio está em nome de Fernando Bittar e Jonas Suassuna, sócios de Fábio Luiz Lula da Silva, filho do ex-presidente.

    Lula chega para depor em ação na Lava Jato
    Marcelo Camargo/Agência Brasil
    Lula chega para depor em ação na Lava Jato

    Mais:

    Alexandre Frota pede 'desculpas' a Lula e diz que Justiça está 'reparando erros'
    Após resistir, Justiça acata decisão do STF e libera mensagens da Vaza Jato para Lula
    Lula revela que teve COVID-19 e foi curado em Cuba
    Tags:
    prisão de lula, prisão, Operação Lava Jato, lava jato, Lula, Luiz Edson Fachin, Edson Fachin, STF
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar