20:23 11 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    671
    Nos siga no

    Na segunda-feira (15), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) criticou a revelação de que o ex-comandante do Exército articulou com o Alto Comando da Força para pressionar a corte a não conceder o habeas corpus a Lula em 2018.

    O ex-comandante do Exército Eduardo Villas Bôas ironizou, nesta terça-feira (16), uma nota oficial divulgada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin na segunda-feira (15). Em sua conta no Twitter, o general reagiu às críticas do ministro sobre um tweet seu de 3 de abril de 2018 sobre o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

    ​A situação veio à tona novamente após o lançamento do livro "Villas Bôas: conversa com o comandante", de Celso de Castro.

    Na obra, o ex-comandante do Exército revelou ter planejado com o Alto Comando da Força o conteúdo do tweet para pressionar o STF a não conceder o habeas corpus a Lula à época. O ex-presidente acabou derrotado no tribunal e foi preso poucos dias depois.

    ​O texto também foi interpretado como uma ameaça de golpe, caso Lula fosse favorecido. O ex-presidente também foi impedido de concorrer à presidência da República naquele ano e cumpriu pena até novembro de 2019.

    As eleições de 2018 foram vencidas no segundo turno por Jair Bolsonaro (até então no PSL e, atualmente, sem partido), contra Fernando Haddad (PT).

    Ministro Edson Fachin
    Lula Marques / AGPT
    Ministro Edson Fachin
    "Anoto ser intolerável e inaceitável qualquer forma ou modo de pressão injurídica sobre o Poder Judiciário. A declaração de tal intuito, se confirmado, é gravíssima e atenta contra a ordem constitucional. E ao Supremo Tribunal Federal compete a guarda da Constituição", afirmou Fachin, condenando em nota a ação dos militares na segunda-feira (15).

    Em 2018, Fachin era o relator do pedido de apresentado pela defesa de Lula e votou contra o habeas corpus, que foi negado pelo plenário do STF por 6 a 5.

    Mais:

    Lula tem alta após ser internado com bactérias na corrente sanguínea
    O lavajatismo é pai e mãe do bolsonarismo, afirma Gilmar Mendes
    Anvisa diz que pode acionar STF contra MP que obriga autorização de vacina
    Tags:
    Twitter, eleições, Jair Bolsonaro, Edson Fachin, Fernando Haddad, Luiz Inácio Lula da Silva, Exército, Eduardo Villas Bôas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar