21:23 11 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no Brasil no final de fevereiro de 2021 (64)
    0 40
    Nos siga no

    Fundação aguarda dois milhões de doses da vacina da AstraZeneca e da Universidade de Oxford, vindas do Instituto Serum, da Índia. Outras oito milhões ainda devem desembarcar no país nos próximos dois meses.

    A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) confirmou que receberá um novo lote com dois milhões de doses prontas da vacina contra a COVID-19 da AstraZeneca, produzida em parceria com a Universidade de Oxford. Os imunizantes virão do Instituto Serum, da Índia.

    De acordo com o Instituto, as doses deverão chegar antes do fim de fevereiro para auxiliar na campanha nacional de vacinação. Algumas cidades, como o Rio de Janeiro, tiveram o processo de imunização suspenso por falta de doses.

    O acordo firmado entre a Fiocruz, a AstraZeneca e o Instituto Serum prevê a aquisição de um total de dez milhões de vacinas importadas, sem contar com as dois milhões já recebidas em 24 de janeiro.

    Funcionária mostra frasco da vacina da AstraZeneca contra COVID-19 produzida pela Fiocruz, Rio de Janeiro, 12 de fevereiro de 2021
    © AP Photo / Bruna Prado
    Funcionária mostra frasco da vacina da AstraZeneca contra COVID-19 produzida pela Fiocruz, Rio de Janeiro, 12 de fevereiro de 2021

    Segundo a Fiocruz, após o lote de dois milhões de fevereiro, o restante deverá chegar ao longo dos próximos dois meses, mas ainda sem data confirmada.

    Na última semana, três capitais do País - Rio, Salvador e Cuiabá - anunciaram a interrupção do processo de vacinação e aguardam a chegada de novas remessas. Outras cidades, como Curitiba, informaram que só possuíam vacina suficiente para mais alguns dias.

    Tema:
    COVID-19 no Brasil no final de fevereiro de 2021 (64)

    Mais:

    China aprova testes clínicos para 16 novas vacinas contra a COVID-19
    Cientistas advertem para risco de nova pandemia com vírus 75 vezes mais mortal do que COVID-19
    COVID-19: Boris Johnson diz que toda a população do Reino Unido deve ser vacinada até o fim de julho
    Tags:
    imunizante, vacinação, vacina, Universidade de Oxford, Fiocruz, pandemia, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar