20:47 16 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil e COVID-19 em meados de fevereiro de 2021 (80)
    0 50
    Nos siga no

    O Brasil completou nesta sexta-feira (19) 30 dias consecutivos com a média móvel de mortes causadas pela COVID-19 acima de mil.

    Nas últimas 24 horas, foram registrados 1.345 óbitos em decorrência da pandemia, deixando a média móvel de mortes dos últimos sete dias em 1.051. Os novos registram elevam a conta de mortes causadas pela pandemia no Brasil para 244.955.

    Nesta quinta-feira (18), o Brasil havia ultrapassado a marca de dez milhões de infectados pelo novo coronavírus. Com os novos 51.050 casos confirmados nas últimas 24 horas, o total de infecções salta para 10.081.676. Todos os números são do consórcio de imprensa.

    Um total de 5.756.502 de pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a COVID-19 no Brasil, o que representa 2,72% da população brasileira. Outras 1.051.406 pessoas (0,50% da população do país) já receberam a segunda dose da vacina

    Médico mostra seringa vazia a uma mulher após aplicar a vacina CoronaVac da farmacêutica chinesa Sinovac, São Gonçalo, Rio de Janeiro, 18 de fevereiro de 2021
    © REUTERS / Ricardo Moraes
    Médico mostra seringa vazia a uma mulher após aplicar a vacina CoronaVac da farmacêutica chinesa Sinovac, São Gonçalo, Rio de Janeiro, 18 de fevereiro de 2021

    Nesta sexta-feira (19), o Ministério da Saúde pediu ao Instituto Butantan a entrega de mais 30 milhões de doses da vacina CoronaVac. O novo lote se somará a pedidos anteriores da pasta que totalizam 100 milhões.

    Também nesta sexta-feira (19), o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, disse em coletiva de imprensa que o Ministério da Saúde ignorou três ofertas para a aquisição de lotes da CoronaVac, feitas ainda no ano passado, que totalizariam 160 milhões de vacinas.

    Tema:
    Brasil e COVID-19 em meados de fevereiro de 2021 (80)

    Mais:

    Problemas cardíacos são diagnosticados em mais de metade dos internados com COVID-19 grave
    Humanidade teria perdido ao menos 20 milhões de anos de vida para COVID-19
    COVID-19: vacina da Pfizer tem 85% de eficácia após 1ª dose, diz estudo
    Geração perdida? Professor fala sobre a COVID-19 nas faculdades e mão de obra qualificada no Brasil
    Tags:
    vacina, novo coronavírus, pandemia, COVID-19, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar