20:25 19 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil e COVID-19 em meados de fevereiro de 2021 (80)
    9810
    Nos siga no

    O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta segunda-feira (15), através das redes sociais, que o spray nasal EXO-CD24, desenvolvido incialmente em Israel para combater o câncer de ovário, será testado no Brasil contra a COVID-19.

    Durante um estudo clínico de fase I realizado em Israel, o primeiro a testar o medicamento em humanos, os cientistas assinalaram que 29 dos 30 pacientes que receberam o spray nasal, todos com casos entre moderados e graves da doença causada pelo novo coronavírus, receberam alta médica entre três e cinco dias depois do tratamento.

    O estudo, no entanto, está apenas em fase inicial, e não foram feitas pesquisas com base no padrão-ouro dos ensaios clínicos, que consistem em testes controlados, randomizados e de duplo-cego, para avaliar a eficácia do medicamento contra a COVID-19.

    ​Na última sexta-feira (12), o presidente brasileiro já havia anunciado nas redes sociais que o Brasil estaria disposto a realizar um ensaio clínico com a droga experimental, após uma conversa com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu.

    ​Hoje (15), Bolsonaro reforçou seu interesse em testar o medicamento experimental no país, após uma segunda conversa com Netanyahu ontem (14), e acrescentou que enviaria em breve um pedido de análise à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o uso emergencial do spray nasal.

    A agência reguladora, por sua vez, não confirmou se o pedido de uso emergencial ou de realização de testes clínicos foi recebido, segundo o jornal Folha de São Paulo.

    O medicamento EXO-CD24 consiste em um spray nasal cujo objetivo é impedir uma reação exacerbada do sistema imune durante a infecção causada pelo novo coronavírus, que faz com que o organismo ataque o próprio corpo, e não o vírus.

    Tema:
    Brasil e COVID-19 em meados de fevereiro de 2021 (80)

    Mais:

    Comércio entre Brasil e Israel ganhará força com Bolsonaro, afirma empresário
    'Diplomacia de Bolsonaro escolhe lados', diz especialista sobre relação do Brasil com Israel
    Brasil e Israel assinam acordo de combate à corrupção e crime organizado
    Tags:
    pesquisa, medicamentos, COVID-19, Benjamin Netanyahu, Jair Bolsonaro, Israel, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar