22:03 17 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    120
    Nos siga no

    O IBGE divulgou nesta terça-feira (29) que o desemprego no Brasil atingiu 14,1 milhões de pessoas no trimestre encerrado em outubro, representando o primeiro recúo da taxa no ano.

    De acordo com os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Mensal (PNAD Contínua), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o desemprego atingiu 14,3% da população. No trimestre encerrado em setembro, este índive estava em 14,6%.

    Apesar da queda, os dados revelam que, em comparação com o mesmo período do ano anterior, houve uma alta de 2,7% na taxa de desemprego.

    ​​A analista da pesquisa, Adriana Beringuy, citada pelo G1, afirmou que o avanço do nível de ocupação da população brasileira pode estar relacionado com uma "recomposição", ligada ao "retorno das pessoas que estavam em afastamento".

    "Nesse trimestre percebemos uma redução da população fora da força de trabalho e isso pode ter refletido no aumento de pessoas sendo absorvidas pelo mercado de trabalho e também no crescimento da procura por trabalho", disse.

    A pesquisa mostrou que o número de pessoas empregadas no país chegou a 84,3 milhões, representando um aumento de 2,8% em relação ao trimestre anterior.

    Mais:

    Desemprego recorde no Brasil: índice fica em 14,6% no 3º trimestre
    Desemprego no Brasil chega a 14,4% e atinge recorde de série histórica
    Dívida pública: economista diz que reforma administrativa pode melhorar eficiência do Estado
    EUA: pedidos de auxílio-desemprego sobem pela 2ª semana seguida e chegam a 778 mil
    Tags:
    emprego, desemprego, mercado de trabalho, IBGE, economia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar