07:08 08 Março 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    216
    Nos siga no

    Presidente Jair Bolsonaro editou nesta quarta-feira (25) duas medidas provisórias para amenizar as consequências do apagão do dia 3 de novembro no Amapá.

    Após ter afirmado que isentaria os moradores do estado do Amapá do pagamento da conta de energia por um mês, o presidente Bolsonaro cumpriu na noite de hoje (25) a sua promessa.

    Por meio de uma Medida Provisória (MP), ele garantiu que os amapaenses ficarão isentos de pagar a fatura de energia elétrica dos 30 dias anteriores à data de publicação do texto da MP, o que deve acontecer nesta quinta-feira (26).

    As informações foram confirmadas pelo G1.

    ​Por meio de outra Medida Provisória, também assinada hoje (25), o presidente abriu um crédito extraordinário de R$ 80 milhões junto ao Ministério de Minas e Energia (MME).

    Esse valor, segundo o governo federal, vai permitir transferência de recursos para a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE). A verba também possibilita efetuar um ressarcimento à Companhia de Eletricidade do Amapá.

    Mais:

    Governo federal sabia do risco de apagão no Amapá há dois anos, apontam documentos
    Justiça afasta diretores do ONS e da Aneel após apagão no Amapá
    No 20º dia de apagão, Amapá continua rodízio após acionamento de geradores e visita de Bolsonaro
    Tags:
    MP, Bolsonaro, Amapá, apagão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar