10:41 28 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no Brasil no final de agosto (50)
    0 11
    Nos siga no

    O cacique Raoni Metuktire, líder indígena que se tornou o emblema da luta pela preservação da Floresta Amazônica no Brasil, foi hospitalizado com sintomas de pneumonia e teste positivo para COVID-19.

    Raoni está bem de saúde, não tem febre e respira normalmente sem o auxílio de oxigênio, acrescentou nesta segunda-feira (31) em nota o Instituto Raoni, organização não governamental que promove campanhas em defesa dos direitos indígenas e da qual Raoni é o líder.

    Comandante da etnia Kayapó, Raoni é um crítico do presidente Jair Bolsonaro por sua posição em relação à Amazônia e visitou várias lideranças europeias para denunciar a campanha do mandatário brasileiro para explorar economicamente as terras indígenas na selva amazônica.

    Bolsonaro, que rejeitou o pedido do presidente francês Emmanuel Macron de se encontrar com Raoni, alega que urbanizar e explorar a área é fundamental para a prosperidade econômica da população local e do país. A maioria dos indígenas e especialistas discorda.

    Cacique Raoni Metuktire toma um café durante uma pausa na sessão do Congresso em 16 de abril de 2015.
    © AFP 2020 / EVARISTO SA
    Cacique Raoni Metuktire toma um café durante uma pausa na sessão do Congresso em 16 de abril de 2015.

    Cerca de 30 mil indígenas contraíram o novo coronavírus e mais de 700 morreram desde o início da pandemia, segundo dados da Associação dos Povos Indígenas do Brasil. Em 4 de agosto, uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) forçou o governo a apresentar em 60 dias um plano para criar barreiras sanitárias que protejam as comunidades nativas da COVID-19.

    Há um mês, o cacique de quase 90 anos teve de ficar internado por dez dias após apresentar diarreia e desidratação em sua casa na reserva indígena Xingú, considerada uma das maiores do mundo no estado de Mato Grosso. Raoni sofria de hipertensão e anemia, tinha úlceras e foi submetido a duas transfusões de sangue.

    Por anos Raoni faz campanha pela proteção dos territórios indígenas na Amazônia e pela própria selva. Um documentário de 1978, "Raoni: The Struggle for the Amazon", contribuiu para sua fama, assim como uma turnê de 1989 com o músico britânico Sting.

    Tema:
    COVID-19 no Brasil no final de agosto (50)

    Mais:

    Brasil pode sofrer sanções por negligência com povos indígenas durante pandemia, diz especialista
    Queimadas da Amazônia podem levar ao aumento de casos de câncer de pulmão na população, diz médico
    Queimadas no Amazonas batem recorde em agosto, diz INPE
    Tags:
    saúde, pneumonia, novo coronavírus, COVID-19, povos indígenas, indígenas, índios, índio, Cacique Raoni, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar