07:30 26 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    2410
    Nos siga no

    Ministério do Meio Ambiente anunciou nesta sexta-feira (28) a suspensão de operações de combate ao desmatamento ilegal na Amazônia e às queimadas no Pantanal e restante do país a partir de segunda-feira (31). 

    De acordo com a pasta, a medida é consequência de bloqueio de aproximadamente R$ 60.000.000 de verbas do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), efetivado pela Secretaria de Orçamento Federal. 

    O ministério explicou que os cortes foram de R$ 20,9 milhões no Ibama e de R$ 39,7 milhões no ICMBio. Além disso, a pasta informou que esse valor "vêm a se somar à redução de outros R$ 120.000.000 já previstos como corte do orçamento na área de meio ambiente para o exercício de 2021", segundo publicado pelo portal G1. 

    De acordo com o comunicado, a determinação para o bloqueio foi dada pela Secretaria de Governo e pela Casa Civil da Presidência da República. O governo Bolsonaro é acusado por organizações ambientais de promover um desmonte do Ibama e outros órgãos do setor. 

    Pantanal vem registrando recorde de incêndios

    Os incêndios no Pantanal vêm registrando altas recordes nos últimos meses. O desmatamento da Amazônia, por sua vez, também está crescendo, segundo números divulgados pelo INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). 

    A perda de vegetação e as queimadas na Amazônia têm causado dor de cabeça internacional para o governo, com forte pressão de agentes externos para que a gestão do presidente Jair Bolsonaro assuma compromissos mais fortes com o meio ambiente. 

    Ainda segundo nota do ministério, por causa dos cortes serão suspensas as atividades relacionadas ao desmatamento de 77 fiscais, 48 viaturas e dois helicópteros do Ibama; e de 324 fiscais do ICMBio.

    Em relação às queimadas, serão paralisados os trabalhos de 1.346 brigadistas, 86 caminhonetes, dez caminhões e quatro helicópteros do Ibama; e de 459 brigadistas e 10 aeronaves Air Tractor do ICMBio

    "O Ministério do Meio Ambiente informa que em razão do bloqueio financeiro efetivado pela SOF (Secretaria de Orçamento Federal) na data de hoje, da ordem de R$ 20.972.195,00 em verbas do IBAMA e R$ 39.787.964,00 em verbas do ICMBio, serão interrompidas a partir da zero hora de segunda-feira (31 de agosto) todas as operações de combate ao desmatamento ilegal na Amazônia Legal, bem como todas as operações de combate às queimadas no Pantanal e demais regiões do país", afirma nota do Ministério do Meio Ambiente.

    Mais:

    Presidente do Ibama pede exoneração após acusações de Bolsonaro
    Queimadas da Amazônia podem levar ao aumento de casos de câncer de pulmão na população, diz médico
    Pantanal: após MS decretar emergência por causa de queimadas, Exército é enviado para conter fogo
    Tags:
    Ministério do Meio Ambiente, Jair Bolsonaro, queimadas, desmatamento, meio ambiente, Pantanal, Amazônia, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Ibama
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar