13:23 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    188
    Nos siga no

    Um homem angolano de 47 anos foi morto esfaqueado em São Paulo por um auxiliar de mecânico brasileiro. O ataque aconteceu no último domingo (17) após uma discussão sobre o pagamento de auxílio emergencial federal para imigrantes.

    O suspeito fugiu após o ataque. Outros dois imigrantes também foram feridos, após tentar ajudar o angolano João Manuel, que trabalhava como frentista no bairro de Itaquera. De acordo com testemunhas, citadas pelo G1, o crime teve motivação xenofóbica em meio a uma discussão sobre o pagamento do auxílio emergencial federal a imigrantes.

    "Policiais militares foram acionados para atender a ocorrência e, no endereço indicado, encontraram um homem caído, com ferimentos causados por facadas. Próximos a ele estavam dois homens, de 28 e 29 anos, também feridos", informou a Secretaria de Segurança Pública.

    O caso foi registrado no 24º Distrito Policial (Ponte Rasa) e foram solicitados exames periciais ao Instituto de Criminalística (IC) e ao Instituto Médico Legal (IML).

    De acordo com a publicação, refugiados têm relatado que houve um aumento de ameaças e agressões xenofóbicas no bairro de Itaquera, na Zona Leste de São Paulo, onde ocorreu o ataque.

    Mais:

    Correios serão usados para acelerar cadastro de auxílio emergencial, diz Onyx Lorenzoni
    Ministério da Economia: auxílio emergencial não pode ser permanente
    Regularização de imigrantes por causa da pandemia em Portugal pode beneficiar 20 mil brasileiros
    Tags:
    auxílio, Refugiados, imigrantes, São Paulo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar