00:10 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    3122
    Nos siga no

    A avaliação negativa do governo Bolsonaro subiu de 31% para 43,4%, um crescimento de 12,4 pontos, segundo pesquisa CNT/MDA divulgada nesta terça-feira (12).

    Ao mesmo tempo, 67,3% da população apoiam as medidas de isolamento social devido ao coronavírus. 

    A enquete foi realizada por telefone entre os dias 7 e 10 de maio, com 2.002 pessoas. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais. A pesquisa anterior é referente ao mês de janeiro. 

    De acordo com a pesquisa, 11,1% da população acham o governo ruim, enquanto 32,3% consideram o governo péssimo. Os dois conceitos somados formam a avaliação negativa, que atingiu 43,4%. 

    Na enquete anterior, 9,5% disseram que o governo era ruim e 21,5% que era péssimo, somando 31% de avaliação negativa. 

    Por outro lado, a aprovação (soma dos conceitos ótimo e bom) do governo caiu de 34,5% para 32%. Na pesquisa anterior, 9,5% dos entrevistados responderam que o governo era ótimo, enquanto 25% disseram que era ruim, totalizando 34,5% de avaliação positiva. 

    Aprovação pessoal de Bolsonaro cai 8,6 pontos

    Na enquete atual, o conceito ótimo subiu para 14,3%, enquanto o bom caiu para 17,7%, somando 32%. 

    A avaliação regular do governo era de 32,1% na pesquisa de janeiro, caindo para 22,9% agora. 

    A desaprovação pessoal do presidente Jair Bolsonaro também aumentou, subindo 8,4 pontos, de 47%, em janeiro, para 55,4%, em maio. Já a aprovação caiu 8,6 pontos, de 47,8% para 39,2%. 

    Em relação ao desempenho do governo frente à pandemia do novo coronavírus, 51,7% aprovam a gestão do governo, enquanto 42,3% desaprovam. 

    Apenas 2,6% acham que isolamento não deveria existir

    Já o apoio aos governos estaduais é maior, atingindo 69,2%, enquanto a desaprovação é de 26,8%. 

    Sobre as medidas de isolamento social, 67,3% dos entrevistados disseram que acham que o distanciamento deve ser praticado por todos. Para 29,3%, apenas grupos de risco precisavam estar sob quarentena, enquanto que para 2,6% não deveria existir isolamento social.

    Mais:

    Bolsonaro passeia de moto aquática no Paranoá e confraterniza com grupo que fazia churrasco (VÍDEO)
    FHC critica Bolsonaro no combate à COVID-19: 'Bastante patético o que nós estamos vivendo'
    Bolsonaro buscava 'mais afinidade' em novo diretor-geral da PF, diz Valeixo
    Tags:
    CNT/MDA, CNT, Jair Bolsonaro, pesquisa, governo, epidemia, pandemia, COVID-19, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar