15:52 04 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    2105
    Nos siga no

    O novo diretor-geral da Polícia Federal (PF), Rolando Souza, trocou em seu primeiro dia no cargo o superintendente da PF no Rio de Janeiro.

    De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o atual comandante, Carlos Henrique Oliveira, será convidado para ser o diretor executivo da PF. Ainda não há informações sobre o substituto de Oliveira.

    Souza assumiu o comando da PF após ser nomeado no Diário Oficial. Não houve cerimônia de posse ou coletiva de imprensa. 

    Ao deixar o cargo, o então ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro afirmou que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pretendia trocar o comando da PF para obter informações das investigações e interferir politicamente no órgão.

    A PF carioca é responsável por investigações que envolvem a família presidencial, com apurações envolvendo Flávio Bolsonaro, o ex-assessor Fabrício Queiroz e Carlos Bolsonaro.

    Mais:

    Manifestantes a favor de Bolsonaro e Moro se aglomeram em frente à PF, em Curitiba
    Moro chega à PF para prestar depoimento sobre acusações contra Bolsonaro
    Moro conclui depoimento sobre acusações contra Bolsonaro na PF após mais de 8 horas
    Após depoimento na PF, Moro diz que 'há lealdades maiores do que as pessoais'
    Moro contou à PF que Bolsonaro o ameaçou de demissão caso não aceitasse nomeação, diz jornal
    Tags:
    Sergio Moro, Polícia Federal, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar