02:47 30 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no Brasil no início de abril de 2020 (99)
    192
    Nos siga no

    O embaixador da Alemanha no Brasil, Georg Witschel, pediu em uma carta publicada no site da Chancelaria germânica que os alemães que estejam em viagem pelo Brasil retornem o mais rápido possível ao país europeu.

    No comunicado, o diplomata alemão afirma que "o número de pessoas infectadas pelo vírus COVID-19, [o número] dos gravemente doentes e as mortes estão aumentando extremamente rápido", mencionando as medidas de restrição já implementadas em várias partes do país.

    "Devido a esse desenvolvimento, há temores de que a situação aqui se agrave rapidamente. Em alguns estados, os sistemas de saúde já estão ocupados. Enquanto isso, o risco de ficar infectado e adoecer está aumentando. Consequentemente, você pode não conseguir se beneficiar de cuidados médicos adequados", prosseguiu o embaixador.

    "É sua responsabilidade deixar o país agora e voltar para a Alemanha", acrescentou.

    O embaixador ainda ponderou que há poucos alemães em viagem neste momento pelo Brasil, e citou os vários caminhos que os seus compatriotas podem tomar para retornar neste momento à Alemanha. Não há, contudo, planos de repatriação da parte do governo de Berlim, concluiu.

    Na semana passada, tanto os Estados Unidos quanto o Reino Unido já haviam recomendado o retorno de seus cidadãos que estivessem no Brasil.

    Tema:
    COVID-19 no Brasil no início de abril de 2020 (99)

    Mais:

    Segundo teste de Merkel dá negativo para a COVID-19
    Merkel agradece a alemães pela luta contra COVID-19 e anuncia confinamento até 20 de abril
    Alemanha adota estratégia sul-coreana no combate ao coronavírus
    Tags:
    diplomacia, retorno, saúde, Reino Unido, novo coronavírus, COVID-19, Estados Unidos, Brasil, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar