00:25 28 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    1044
    Nos siga no

    O ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou nesta sexta-feira (13) que nas próximas 48 horas vai anunciar medidas para combater os efeitos da pandemia do coronavírus na economia brasileira.

    O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, afirmou que o governo deve adotar medidas de curto prazo para combater os efeitos econômicos do coronavírus.

    Ao ser questionado por jornalistas sobre as críticas de Rodrigo Maia, o ministro da Economia prometeu atender ao pedido do presidente da Câmara.

    "Soltamos ontem medidas, hoje vamos soltar mais, segunda vamos soltar mais. A resposta à crise esta vindo. Eu quero atender ao pedido do presidente [da Câmara dos Deputados] Rodrigo Maia, dizendo que estamos atentos. Da mesma forma que ele pediu, que disse que gostaria que houvesse alguma coisa, alguma reação ao coronavírus, estamos reagindo em 48 horas", afirmou o ministro.

    Guedes também cobrou que o Congresso aprove projetos de reforma e de estímulo à economia enviados pelo governo, como o marco regulatório do saneamento básico e a privatização da Eletrobras. De acordo com ele, estes projetos vão ajudar a combater os efeitos da crise gerada pelo coronavírus na economia.

    "Tudo isso são recursos públicos que precisamos para retomar os investimentos. Temos uma serie de 16 projetos que podem acelerar o crescimento do Brasil", acrescentou.

    Mais:

    Jornal chinês revela quando ocorreu 1º contágio do novo coronavírus
    Decretos de internação compulsória em caso de coronavírus são legais?
    Resultado de teste mostra que Bolsonaro não está com o novo coronavírus
    Tags:
    Paulo Guedes, COVID-19, novo coronavírus, economia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar