01:09 10 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    0 60
    Nos siga no

    Suspeito de ter sido contaminado pelo novo coronavírus, um casal de franceses foi internado compulsoriamente em Paraty, no Rio de Janeiro, por determinação da Justiça. 

    Os dois chegaram ao Rio de Janeiro em 20 de fevereiro, vindos de Barcelona, na Espanha, e ficaram na capital até o dia 24, quando seguiram para Paraty, na Costa Verde, segundo publicado pelo portal G1. 

    O casal está entre os nove casos suspeitos de coronavírus sendo investigados no estado. A Justiça do Rio de Janeiro autorizou o município de Paraty a manter os franceses em internação hospitalar. 

    No Brasil, até o momento, 132 casos suspeitos estão sendo investigados. Um homem em São Paulo, que viajou para a Itália recentemente, teve confirmado o diagnóstico de COVID-19 - como a doença causada pelo coronavírus foi batizada. 

    De acordo com a prefeitura da cidade, eles insistiram em deixar o Hospital Hugo Miranda, onde foram internados na quinta-feira (27) ao apresentarem sintomas de gripe. Os dois estão sendo vigiados por agentes da Guarda Municipal, segundo informações do blog do Edmilson Ávila. 

    Ministério da Saúde recomenda internação só para casos mais graves

    De acordo com o protocolo do Ministério da Saúde para casos suspeitos de coronavírus, os pacientes devem permanecer em observação, mas não necessariamente sob internação hospitalar - a recomendação é que permaneçam em hospitais aqueles que apresentarem quadros mais graves.

    Turistas estrangeiros que buscam atendimento com sintomas de doenças respiratórias e vindos dos 16 países com circulação ativa do vírus são orientados a permanecer em observação até resultados conclusivos de exames.

    A prefeitura de Paraty disse que o casal apresentou infecção aguda das vias aéreas superiores, febre, odinofagia, mialgia e tosse, que caracterizariam contaminação pelo coronavírus, sendo que o estado do homem é pior do que o da mulher. O resultado da análise para coronavírus deve sair em até 48 horas.

    Organização Mundial da Saúde (OMS) decidiu elevar nesta sexta-feira (28) para "muito alto" o risco mundial da epidemia causada pelo novo coronavírus, que já infectou mais de 83 mil pessoas pelo mundo, causando mais de 2.800 mortes.

    Mais:

    Cientistas americanos informam em que superfícies coronavírus sobrevive mais tempo
    Ministério da Saúde do México confirma 1º caso de coronavírus no país
    Saiba que movimento religioso fez 'explodir' o coronavírus na Coreia do Sul
    Cachorro testa positivo para coronavírus e entra em quarentena em Hong Kong
    Britânico é o 6º passageiro do cruzeiro Diamond Princess que morre após contrair novo coronavírus
    Tags:
    OMS, surto, epidemia, doença, saúde, Brasil, Rio de Janeiro, Paraty, coronavírus chinês, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar