21:36 31 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    344
    Nos siga no

    A Petrobras decidiu repatriar empregados da companhia que trabalham na China devido ao surto do coronavírus no país asiático, informou a empresa neste sábado (1º). 

    Além disso, a estatal suspendeu as viagens de seus funcionários para China, Japão e Singapura. 

    De acordo com a Petrobras, 37 empregados da companhia que estavam em território chinês terão seu retorno antecipado. 

    "Vinte e quatro já estão no Brasil ou em voo a caminho. Doze estão com voos marcados até 4 de fevereiro", disse a Petrobras em nota, segundo publicado pela agência Reuters. 

    "Um dos empregados está de férias fora da China e terá seu voo de retorno alterado para o Brasil", acrescentou a estatal.

    Na quarta-feira (29), a Petrobras informou que suspenderia os voos marcados para a China, mas ainda não havia mencionado a repatriação dos empregados. 

    Vale também cancelou viagens de funcionários para China

    A Vale anunciou na terça-feira (28) que suspendeu as viagens de funcionários para a China, principal cliente da empresa. 

    O novo tipo de coronavírus foi detectado pela primeira vez na cidade chinesa de Wuhan no início do ano e, desde então, espalhou-se para mais de 20 países. 

    O vírus já matou 259 pessoas na China e infectou cerca de outras 12 mil. Mais de 100 casos da nova doença foram registrados fora da China.

    A Organização Mundial da Saúde declarou emergência internacional de saúde na quinta-feira (30) devido ao surto.

    No Brasil, até sexta-feira (31), havia 12 casos suspeitos e 10 descartados, segundo o Ministério da Saúde. 

    Mais:

    Coronavírus: Rússia fecha sua fronteira do Extremo Oriente com a China
    EUA autorizam evacuação de diplomatas da China devido ao surto de coronavírus
    Epidemia de coronavírus poderá atingir seu pico em 10 dias, segundo cientista chinês
    Coronavírus: Bolsonaro se recusa a repatriar brasileiros na China por ser 'muito caro'
    Tags:
    doença, OMS, Vale, petrobras, economia, saúde, vírus, Brasil, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar