16:56 15 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Área desmatada da Floresta Amazônica

    Desmatamento da Amazônia aumentou 15% nos últimos 12 meses, aponta estudo

    © REUTERS / Nacho Doce
    Brasil
    URL curta
    540
    Nos siga no

    O Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD), um dos sistemas mais usados para monitorar o desmatamento da Amazônia, relatou que nos últimos 12 meses houve um aumento de 15% da área desmatada em relação ao período anterior.

    Os novos dados foram divulgados nesta sexta-feira (16) pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), que é responsável pelo SAD, e avaliou o desmatamento no período entre agosto de 2018 e julho de 2019.

    Um dos dados mais alarmantes destacados pelo estudo é o grande aumento de área desmatada na Amazônia somente no mês de julho, revelando uma significativa escalada do desmatamento da região, que somou 1.287 km² de florestas destruídos no mês passado. O total da área devastada nos 12 meses avaliados foi de 5.054 km².

    "Somente em julho de 2019, mês que fecha o calendário oficial do desmatamento, a destruição das florestas somou 1.287 km². É um aumento de 66% em relação a julho de 2018. Acre, que tradicionalmente não costuma aparecer na lista dos estados que mais desmatam, ocupou a terceira posição do ranking com um aumento de 257% no mês", diz a publicação do Imazon.

    O estudo destacou que os municípios que tiveram os maiores índices de desmatamento, em julho de 2019, foram Altamira (128 km²) e São Félix do Xingu (96 km²), no Pará, e Porto Velho (78 km²), em Rondônia.

    A ferramenta utilizada pra monitorar a destruição das florestas é o Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD), que se baseia em imagens de satélites, desenvolvida pelo Imazon para reportar mensalmente o ritmo do desmatamento e da degradação florestal da Amazônia.

    Mais:

    Alemanha corta parte dos recursos enviados ao Brasil para preservação da Amazônia
    Congelamento de recursos da Alemanha para a Amazônia prejudica acordo Mercosul-UE, diz especialista
    Noruega suspende R$ 133 milhões do Fundo Amazônia
    Bolsonaro ironiza Alemanha por corte de recursos para Amazônia
    Tags:
    pesquisa, Pará, desmatamento, Floresta Amazônica, Amazônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar