14:37 18 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Segundo o Ibama, garimpos ilegais representam uma ameaça à saúde pública devido à contaminação por mercúrio, principalmente em regiões como a Amazônia.

    Noruega suspende R$ 133 milhões do Fundo Amazônia

    Fotos Públicas / secom Ibama
    Brasil
    URL curta
    6182
    Nos siga no

    Nesta quinta-feira, Noruega anunciou que suspenderá os recursos destinados ao Fundo Amazônia.

    O ministro do Clima e Meio Ambiente da Noruega, Ola Elvestuen, anunciou a suspensão do pagamento de R$ 133 milhões ao Fundo Amazônia.

    Desde a criação do Fundo, a Noruega já contribuiu com cerca de R$ 3,69 bilhões, sendo responsável por quase 95% dos recursos da iniciativa. Os repasses variam de acordo com a área desmatada.

    "Isso é muito sério para toda a luta pelo clima. A Amazônia é o pulmão do mundo e todos nós dependemos inteiramente da proteção da floresta tropical lá. Não há cenários para atingir as metas climáticas sem a Amazônia", declarou o ministro para o jornal Dagens Naeringsliv.

    A suspensão dos recursos foi uma resposta às mudanças realizadas pelo atual governo brasileiro no Comitê Orientador do Fundo Amazônia.

    "O Brasil rompeu o acordo com a Noruega e a Alemanha desde que o país fechou a diretoria do Fundo Amazônia e o Comitê Técnico", declarou Elvestuen.

    "O que o Brasil fez mostra que ele não quer mais conter o desmatamento", acrescentou o ministro.

    O governo brasileiro pretende utilizar parte dos recursos do Fundo para indenizar ruralistas por desapropriações de terras. A notícia repercutiu mal na Noruega e na Alemanha, que também participa da iniciativa.

    A Alemanha, inclusive, também anunciou a suspensão do financiamento ao Fundo Amazônia.

    O governo de Jair Bolsonaro, por outro lado, afirmou não precisar do dinheiro do país europeu.

    Tags:
    desmatamento, Brasil, Noruega, Fundo Amazônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar