04:04 20 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    8173
    Nos siga no

    A ideia de reservar a quarta-feira para descanso do governo Bolsonaro já foi lançada e está atraindo mais e mais internautas. Será que essa moda pega?

    A hashtag #QuartaFeiraSemBolsonaro foi lançada no começo de hoje (31) e já se encontra no topo dos assuntos mais comentados no Twitter. Basicamente, a ideia seria para deixarem de lado assuntos que envolvam o governo atual do Brasil para preservação da "saúde pública".

    ​O que não está colando na ideia é deixar de falar sobre ela, pois o simples fato de usar a hashtag já é uma continuação da temática política. Pelo visto, os internautas não estão cumprindo a regra principal da iniciativa, criada pelo blogueiro Chico Barney.

    ​Há quem queira prolongar a ideia para o "resto da vida".

    ​A partir de amanhã, a desculpa será "mas ele só tem oito meses de governo", relembra a escritora Denise Tremura.

    ​Pelo visto, esta pode ser a primeira quarta-feira de muitas outras "sem Bolsonaro" no Twitter.

    ​Até mesmo quem aderiu à onda de deixar de falar, está falando mesmo sem querer.

    ​Mas a hashtag não está sendo usada somente por internautas contrários ao presidente e ao governo, e há quem queira permanência do poder de "Bolsonaro e filhos até 2042".

    ​Até o momento da publicação desta matéria, já eram mais de 10 mil tweets com a hashtag "quarta-feira sem Bolsonaro".

    Mais:

    Trabalho escravo: Bolsonaro defende afrouxar legislação que leva 'terror' ao produtor
    Bolsonaro 'debocha do assassinato de um jovem aos 26 anos', diz presidente da OAB
    Bolsonaro sobre Glenn Greenwald: 'Talvez ele pegue uma cana aqui no Brasil'
    Tags:
    Twitter, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar