04:11 19 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, rodeado por crianças durante cerimônia de hasteamento da Bandeira Nacional no Palácio da Alvorada, Brasília, 21 de maio de 2019

    Apoiando trabalho infantil, Bolsonaro é retrucado por brasileiros impacientes

    © AFP 2019 / Evaristo Sá
    Brasil
    URL curta
    Por
    21151
    Nos siga no

    Em transmissão ao vivo, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, deu atenção especial ao trabalho infantil, considerando-o fundamental. Muita gente está criticando a ideia de Bolsonaro, que em nenhum momento citou educação como pilar para formação da criança.

    Na última quinta-feira (4) de noite, Jair Bolsonaro se reuniu com os ministros Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Tarcísio Freitas (Infraestrutura), o secretário especial da Agricultura e Pesca, Jorge Seif, e uma intérprete de libras em transmissão ao vivo no Facebook intitulada "Assuntos da semana".

    Em pouco menos de 40 minutos, o presidente comemorou a liberação da pesca de tainha em Santa Catarina, fez propaganda para as broas da irmã Dulce, que será canonizada em outubro pelo papa Francisco, defendeu trabalho infantil e projeto modificador das regras de trânsito e ignorou completamente o assunto mais esperado: a reforma da Previdência.

    Dando atenção especial ao trabalho infantil, Jair Bolsonaro dividiu experiências pessoais de quando era pequeno e trabalhava "duro" na fazenda, o que não o prejudicou em nada, revelou. Para o presidente do Brasil, uma criança que trabalha ocasiona fortes críticas da sociedade, já uma que fuma "um paralelepípedo de crack", nem tanto.

    A descriminalização do trabalho infantil, para Bolsonaro, poderia levá-lo ao massacre: "Fiquem tranquilos que eu não vou apresentar nenhum projeto aqui para descriminalizar o trabalho infantil, porque eu seria massacrado."

    O compartilhamento do presidente do Brasil não foi recebido de braços abertos por muitos brasileiros, que não demoraram em criticá-lo com imagens e argumentos que não se encaixam na realidade vivida por ele.

    A hashtag #trabalhoinfantil entrou rapidamente para os assuntos mais comentados de hoje no Twitter, com discussão calorosa de quem discorda ou concorda com o presidente do Brasil.

    ​Internauta diz ter notado com a defesa de Bolsonaro ao trabalho infantil por que ele é "sem cultura".

    ​Para internauta, trabalhar aos 10 anos não é mérito, e sim "desumano".

    ​Não se trata de "ajudar na empresa do papai, ou na roça do titio".

    ​A defesa de Bolsonaro ao trabalho infantil recebeu elogio de internauta que contou história do que passou quando criança.

    ​A Constituição Federal, em seu artigo 7º, proíbe no Brasil o trabalho noturno, perigoso ou insalubre a menores de 18 anos e qualquer trabalho a menores de 16 anos, salvo na condição de aprendiz, a partir dos 14 anos.

    Mais:

    Bolsonaro rebate críticas de líderes europeus sobre política ambiental brasileira
    Bolsonaro representa 'um perigo para todos' com destruição da Amazônia, diz ONG dos EUA
    Bolsonaro quer que militar preso com cocaína na Espanha deponha às autoridades brasileiras
    Tags:
    Twitter, trabalho infantil, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar