07:34 16 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    83510
    Nos siga no

    No domingo (15), o secretário de Estado do EUA, Antony Blinken, afirmou que a situação no Afeganistão se desenvolveu mais rápido do que poderia ser previsto.

    O Secretário de Estado dos EUA disse que o fato é que forças afegãs foram incapazes de defender o país.

    "O fato é que vimos que essa força tem sido incapaz de defender o país", disse Blinken, citado pela Reuters. "E isso aconteceu mais rapidamente do que prevíamos."

    Os Estados Unidos sabiam que o Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) ocupava a posição mais forte quando decidiram sobre ações no Afeganistão, de acordo com Blinken.

    "Sabíamos o tempo todo […] que o Talibã estava em sua maior posição de força em qualquer momento desde 2001 […] Esse é o Talibã que herdamos. E vimos que eles eram muito capazes de partir para a ofensiva e começar a retomar o país", acrescentou.

    O secretário de Estado norte-americano afirmou que permanecer no Afeganistão não é do interesse dos Estados Unidos. Blinken informou que a equipe da Embaixada dos EUA no Afeganistão deixará o país e no momento está se deslocando para o aeroporto.

    Blinken afirmou que a situação da Embaixada dos EUA em Cabul "manifestamente não é Saigon", referindo-se à operação de evacuação do pessoal norte-americano da cidade vietnamita, realizada durante os últimos dias da Guerra do Vietnã em 1975.

    A embaixada em Cabul tem listas de pessoas que precisam ser protegidas e está dobrando seus esforços para saber de todos os que possam ser prejudicados.

    Os Estados Unidos imporão sanções contra o Talibã se o movimento não apoiar os direitos humanos e abrigar terroristas no Afeganistão, segundo Blinken.

    Embaixadas em Cabul

    O Ministério das Relações Exteriores do Canadá informou que o país suspende temporariamente o funcionamento de sua embaixada no Afeganistão. O país pretende reabrir a embaixada assim que a situação de segurança permitir. No momento, todos os diplomatas canadenses estão voltando para o Canadá.

    A chancelaria da Alemanha também disse que suspendeu o funcionamento de sua embaixada em Cabul e apelou aos cidadãos alemães para saírem do país.

    Por sua vez, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia revelou que o Talibã garantiu a segurança não apenas para a embaixada russa, mas também para missões diplomáticas de outros países. Moscou não pretende evacuar a missão diplomática russa de Cabul, a embaixada trabalha sem perturbações.

    Mais:

    Presidente do Afeganistão renuncia e deixa o país; Talibã controla palácio presidencial (VÍDEO)
    Talibã cerca Cabul e está negociando com governo afegão transição de poder no Afeganistão
    'Conquistada por completo': Talibã captura cidade de Mazar-i-Sharif, o último bastião governamental
    EUA poderão chegar a acordo sobre realocação de refugiados afegãos para o Catar, diz mídia
    Tags:
    EUA, Estados Unidos, Afeganistão, Talibã, terrorismo, Antony Blinken
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar