14:22 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    28386
    Nos siga no

    O movimento Talibã diz querer evitar a violência em Cabul, e aos militantes do movimento foi ordenado esperar ordens no limite da capital e não tentar invadi-la. O aeroporto da capital afegã é a única maneira de sair do Afeganistão, enquanto os talibãs apelam para ninguém tentar deixar o país.

    No domingo (15), o Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) começou a entrar na capital afegã de todos os lados, disse o Ministério do Interior do Afeganistão. A delegação do Talibã chegou ao palácio presidencial afegão em Cabul para negociações, segundo o canal de televisão Al Arabiya.

    Segundo relatos, um porta-voz do Talibã apelou ao presidente do Afeganistão Asharaf Ghani e outros líderes para cooperarem com o movimento.

    Entretanto, à medida que negociações entre membros do Talibã, governo afegão e representantes dos EUA estão decorrendo na capital, alguns funcionários afegãos partiram de Cabul para Islamabad, no Paquistão, segundo informaram fontes no aeroporto à Sputnik.

    Situação atual na capital afegã

    O escritório do presidente afegão, Ashraf Ghani, declarou que em várias áreas remotas de Cabul são ouvidos tiros e que as forças de segurança e defesa do país, em coordenação com parceiros internacionais, controlam a situação de segurança na cidade.

    O comunicado oficial do Talibã diz que o movimento pretende evitar a violência em Cabul. Aos militantes foi ordenado esperar ordens no limite da capital e não tentar invadi-la.

    Os talibãs estão negociando com as autoridades afegãs a entrada pacífica na cidade. O Talibã afirma não querer se vingar dos funcionários militares e civis. O movimento apela para eles não tentarem sair do país.

    "Todos devem permanecer em seu próprio país, em seus próprios lugar e casa, e não tentar sair do país", de acordo com o comunicado do Talibã.

    Os talibãs entraram na capital afegã, tomaram controle da Universidade de Cabul e levantaram sua bandeira em um dos distritos da cidade, de acordo com uma fonte da Sputnik.

    Um responsável oficial talibã disse à Reuters que o movimento não quer "que um único civil afegão inocente seja ferido ou morto quando tomarmos o controle, mas não declaramos um cessar-fogo".

    Por sua vez, o ministro do Interior afegão, Abdul Sattar Mirzakwal, disse que a entrega de Cabul e o controle do país serão realizados de maneira pacífica, conforme o comunicado divulgado pelo canal TOLOnews.

    Cabul não está sendo atacada e a segurança da cidade será garantida, afirmou o ministro.

    Segundo os relatos da mídia e vídeos não confirmados que circulam nas redes sociais, o distrito de Bagrami, na província de Cabul, se rendeu aos talibãs.

    ​Vídeo: queda de Cabul, dado que Bagrami é o primeiro distrito de Cabul que caiu nas mãos do Talibã sem qualquer resistência das forças afegãs!

    O movimento Talibã controla todos os postos de fronteira no Afeganistão, segundo informou a agência de notícias Associated Press, citando as autoridades. O aeroporto de Cabul é a única maneira de sair do país.

    Confrontos entre as forças do governo afegão e os talibãs estão ocorrendo a norte e a sul de Cabul, ainda não atingiram o centro da cidade, de acordo com a mídia local Al Arabiya citando fontes.

    Enquanto isso, vários moradores da capital tentam deixar a cidade, o que provocou caos no trânsito.

    Confusão nas ruas de Cabul enquanto todos correm para algum lugar em meio a rumores sobre chegada do Talibã à cidade, o que provocou um enorme congestionamento no trânsito. O que leva 20 minutos, agora vai levar duas horas para chegar a qualquer lugar

    Mais cedo neste domingo (15), o Talibã ocupou a base aérea de Bagram, deixada pelas tropas norte-americanas em 2 de julho no âmbito da retirada dos militares do país. A base está situada a norte de Cabul e era a maior base dos EUA a partir de 2001. Após a retirada das tropas estadunidenses, as instalações foram entregues aos militares afegãos.

    Missões diplomáticas em Cabul

    O Ministério das Relações Exteriores da Rússia revelou que o Talibã garantiu a segurança não apenas para a embaixada russa, mas também para missões diplomáticas de outros países.

    Moscou não pretende evacuar a missão diplomática russa de Cabul, a embaixada trabalha sem perturbações. A chancelaria da Rússia está em contato com o embaixador no Afeganistão.

    Vários membros da equipe da União Europeia mudaram para um local mais seguro em Cabul, segundo um representante da OTAN. Atualmente, os principais membros da equipe dos Estados Unidos na capital afegã estão trabalhando desde o aeroporto de Cabul, afirmou um funcionário dos EUA. Menos de 50 funcionários da embaixada norte-americana estão no momento em Cabul.

    Mais:

    EUA poderão chegar a acordo sobre realocação de refugiados afegãos para o Catar, diz mídia
    Talibãs teriam capturado Kandahar após fuga do Exército, treinado por EUA e OTAN, segundo MRE russo
    Presidente afegão promete evitar mais instabilidade em meio à ofensiva do Talibã
    'Conquistada por completo': Talibã captura cidade de Mazar-i-Sharif, o último bastião governamental
    Tags:
    Talibã, Afeganistão, capital, organização terrorista, terrorismo, violência, EUA, OTAN, militantes
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar