13:09 20 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1241
    Nos siga no

    Na quarta-feira (31), a Coreia do Norte criticou recentes passos do Japão rumo ao fortalecimento de suas Forças de Autodefesa, considerando-os uma ameaça à paz e à estabilidade na região.

    Em comentário, a Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA, na sigla em inglês) declarou que as ambições japonesas de se transformar em uma potência militar têm acelerado desde a tomada de posse do primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga.

    A agência notou que o ministro da Defesa japonês, Nobuo Kishi, recentemente ordenou que os militares mantivessem preparativos completos em meio a "gravidade e incerteza do ambiente de segurança", durante a cerimônia de comissão do novo navio Aegis.

    "Isto é nada mais do que uma ordem extremamente arriscada para intensificar ainda mais preparativos a fim de iniciar uma agressão continental em qualquer tempo", diz KCNA.

    A mídia referiu-se aos passos recentes do Japão dados para reforçar suas Forças de Autodefesa, incluindo a construção de submarino e de navios de guerra, bem como projetos de desenvolvimento de caças de próximas gerações e um míssil de longo alcance.

    Adicionalmente, a Coreia do Norte criticou os esforços do país insular para aumentar suas capacidades de guerra cibernética e eletrônica, assim como intensificar seus exercícios militares conjuntos com outros países da região da Ásia-Pacífico.

    "O regime atual do Japão tem gastado a maior quantia de dinheiro de todos os tempos em desenvolvimento, produção e compra de armamento ofensivo", conforme o comentário.

    "A comunidade internacional nunca saúda o Japão por pretender perturbar a paz regional e estabilidade e trazer infelicidade e dor à humanidade de novo", adicionou.

    Mais:

    Japão lançará certificados de vacinação digitais contra a COVID-19, relata mídia
    Navios chineses entram nas águas das ilhas Senkaku, diz mídia do Japão
    China emite alerta ao Japão sobre 'movimentos provocativos' no disputado mar da China Oriental
    Tags:
    Japão, Coreia do Norte, armas, desenvolvimento de armas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar