16:36 28 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1183
    Nos siga no

    O novo míssil balístico da Coreia do Norte testado nesta semana poderia reforçar o arsenal nuclear tático do país e colocaria ameaças sérias à Coreia do Sul e não só, desafiando seu sistema de defesa antimíssil, segundo especialistas.

    Na quinta-feira (25), a Coreia do Norte lançou dois mísseis balísticos de curto alcance no mar do Japão (também conhecido como mar do Leste). Esse foi o primeiro lançamento de mísseis balísticos pela Coreia do Norte desde março de 2020.

    Analisando as características do míssil e sua aparência, especialistas consideram que o míssil é uma versão avançada do KN-23, projetado na base do míssil balístico móvel Iskander da Rússia, de acordo com a agência sul-coreana Yonhap.

    A variante do míssil foi apresentada pela primeira vez durante um desfile militar em Pyongyang em janeiro e não foi testada antes.

    "Isso dá à Coreia do Norte a possibilidade de usar uma ogiva nuclear não tão compacta neste míssil", comentou Vipin Narang, professor no Instituto de Tecnologia de Massachusetts. O míssil KN-23 tem carga útil de uma tonelada.

    "Kim Jong-un prometeu trabalhar em sistemas nucleares táticos. Uma maneira de fazer isso é projetar ogivas nucleares leves e compactas para combinar com mísseis de curto alcance. A outra é projetar seus sistemas de curto alcance para carregarem uma ogiva de 2,5 toneladas", disse Narang.

    Chang Young-Keun, especialista em mísseis na Universidade Aeroespacial da Coreia, notou que parece difícil acreditar nos anúncios da Coreia do Norte e mais testes serão necessários para verificar o sistema.

    No entanto, o novo míssil "é suficientemente poderoso apenas com explosivos convencionais e serviria como uma arma nuclear tática", segundo ele.

    A versão modernizada do míssil também pode ser considerada uma resposta de Pyongyang ao míssil terrestre Hyunmoo-4 da Coreia do Sul, de acordo com Chang.

    Mais:

    Pentágono reage aos lançamentos de mísseis balísticos norte-coreanos
    EUA estão prontos para 'alguma forma de diplomacia' com Coreia do Norte, diz Biden
    Diplomatas de Japão e EUA realizam consultas após lançamentos de mísseis da Coreia do Norte
    Arábia Saudita promete 'medidas dissuasivas' após ataque houthi contra depósito de óleo (VÍDEOS)
    Tags:
    míssil, teste, míssil balístico, Coreia do Norte, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar