12:30 16 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    3110
    Nos siga no

    O Produto Interno Bruto (PIB) da China crescerá 6% em 2021, enquanto a inflação ficará em torno de 3%, de acordo com o plano de desenvolvimento socioeconômico do país divulgado nesta sexta-feira (5).

    "O PIB da China crescerá mais de 6%, O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) em 2021 será de cerca de 3%", diz o documento.

    Além disso, "a proporção do déficit orçamentário em relação ao PIB deve ser de 3,2%, um pouco menor do que no ano passado."

    Por sua vez, a taxa de desemprego urbano da China está prevista em 5,5% em 2021, e devem ser criados "mais de 11 milhões de empregos".

    Trabalhadores de uma indústria na China.
    © AFP 2021 / STR
    Trabalhadores de uma indústria na China.

    O documento acrescenta que em 2021 as autoridades chinesas pretendem contribuir para o crescimento sustentável das importações e exportações, aumentar o apoio ao crédito às pequenas e médias empresas que se dedicam ao comércio internacional e alargar as possibilidades de obtenção de créditos à exportação.

    O país também pretende melhorar sua política de regulamentação de tarifas de importação e aumentar as importações de bens e serviços de qualidade.

    O ritmo de crescimento do PIB da China se contraiu em 2020 para 2,3% ao ano, o menor dos últimos 40 anos. De acordo com o Bureau de Estatísticas da China, o PIB do país em termos anuais foi de 101,598 trilhões de yuans (cerca de US$ 15,67 trilhões, R$ 87,7 trilhões) em 2020.

    Meninas chinesas passeiam pelas ruas na província de Wuhan, China, 26 de janeiro de 2021
    © AP Photo / Ng Han Guan
    Meninas chinesas passeiam pelas ruas na província de Wuhan, China, 26 de janeiro de 2021

    Devido à pandemia do novo coronavírus, no primeiro trimestre do ano passado, o PIB chinês caiu 6,8%, um indicador negativo registrado pela primeira vez desde 1992. No segundo trimestre, foi observado um aumento de 3,2%, no terceiro, 4,9%, e no quarto, 6,5%.

    Em 2019, a economia chinesa cresceu 6%, permanecendo como a segunda maior do mundo.

    Mais:

    Interpol alerta para vacinas falsas contra COVID-19, com apreensão de doses na China e África do Sul
    Especialista: ao incentivar Rússia e China a se unirem, EUA criam rival invencível
    China apresenta novas imagens de Marte registradas pela sonda Tianwen-1 (FOTOS)
    Tags:
    exportações, importações, indicadores econômicos, inflação, PIB, economia, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar