14:22 17 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    394
    Nos siga no

    Pequim afirmou que um navio USS Curtis Wilbur atravessou o estreito de Taiwan. A China tem censurado tais travessias como violação de sua soberania, pois diz que Taipé faz parte do princípio de Uma Só China.

    O Exército de Libertação Popular (ELP) da China condenou na quinta-feira (25) a passagem de um navio de guerra pelo estreito de Taiwan, que separa a China continental da ilha de Taiwan, cita a agência Reuters.

    O navio, que um porta-voz do Comando do Teatro Oriental do Exército de Libertação Popular (ELP) da China revelou ter sido identificado como USS Curtis Wilbur, passou pelo estreito na quarta-feira (24).

    A Marinha dos EUA chamou o evento de "trânsito rotineiro pelo estreito de Taiwan", dizendo que "continuará voando, navegando e operando em qualquer lugar que a lei internacional permitir".

    A China, por sua vez, qualifica tais passagens como violação de sua soberania, devido ao princípio de Uma Só China defendido por Pequim.

    Mais:

    China expulsa navio de guerra norte-americano de perto das ilhas Paracel
    China está de olho em navio dos EUA perto de Taiwan e responderá a todas as provocações, diz Pequim
    Pela 1ª vez sob governo Biden, EUA enviam navio de guerra ao estreito de Taiwan
    Grupo de porta-aviões dos EUA entra no mar do Sul da China em meio à tensão entre Pequim e Taiwan
    Tags:
    Marinha dos EUA, Marinha, Forças Armadas da China, Forças Armadas, Reuters, ELP, Taiwan, Estreito de Taiwan, EUA, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar