14:28 06 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    363
    Nos siga no

    Um soldado russo do grupo de desmontagem de minas terrestres morreu em decorrência de ferimentos, após a explosão de um desses artefatos na cidade de Shusha, no território de Nagorno-Karabakh.

    A informação foi divulgada nesta sexta-feira (18) pelo Ministério da Defesa da Rússia.

    "Um explosivo foi detonado durante a retirada de minas de um trecho da estrada em Shusha. O oficial do grupo de remoção de minas do Centro Internacional de Ação contra Minas ficou gravemente ferido", disse o ministério em comunicado, ao qual teve acesso a Sputnik.

    O militar, que recebeu assistência médica durante o transporte para o hospital, morreu devido a ferimentos graves.

    O ministério destacou que a família do oficial falecido receberia todo o apoio financeiro necessário.

    Forças russas estão no enclave para garantir a paz depois do acordo de cessar-fogo assinado entre Armênia e Azerbaijão.

    O Ministério da Defesa russo emitiu uma nota na última quarta-feira (16) dizendo que reportagens feitas sobre o "cerco" às forças de paz da Rússia em Nagorno-Karabakh não correspondem à realidade.

    ​"As informações sobre o alegado cerco das forças de paz russas por uma das partes em Nagorno-Karabakh não correspondem à realidade. Todas as unidades das forças de paz russas na região realizam tarefas como de costume, tanto em postos de observação, como durante o monitoramento do cumprimento do regime de cessar-fogo", segundo o ministério.
    Tags:
    forças armadas, morte, minas terrestres, guerra, Azerbaijão, Armênia, Nagorno-Karabakh, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar