12:06 03 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 20
    Nos siga no

    Na última quarta-feira (18), a diretora geral da UNESCO, Audrey Azoulay, se reuniu com os representantes de Armênia e Azerbaijão junto à organização.

    Azoulay quer enviar uma missão a Nagorno-Karabakh para ajudar a preservar o patrimônio cultural local, conforme informa um comunicado à imprensa feito pela organização nesta sexta-feira (20).

    A diretora-geral da UNESCO se reuniu com representantes da Armênia e do Azerbaijão, que no início deste mês concordaram em cessar-fogo após semanas de atividades militares na região de Karabakh.

    No comunicado, a UNESCO afirmou que já havia tentado chegar a um acordo com os dois países para enviar missões anteriormente, mas as tentativas foram frustradas.

    "Durante essas reuniões, a diretora-geral propôs formalmente o apoio técnico da UNESCO, que não pôde visitar essas zonas até agora, apesar das tentativas anteriores, e que poderia, com o consentimento de todas as partes interessadas, realizar uma missão de campo preliminar, a fim de fazer um inventário dos bens culturais mais significativos, que é pré-requisito para uma proteção efetiva do patrimônio da região", afirma o comunicado.
    Homem dança comemorando fim do cessar-fogo e conquistas do Azerbaijão, após Erevan e Baku porem fim às hostilidades em Nagorno-Karabakh
    © Sputnik / Aleksei Kudenko
    Homem dança comemorando fim do cessar-fogo e conquistas do Azerbaijão, após Erevan e Baku porem fim às hostilidades em Nagorno-Karabakh

    Em Nagorno-Karabakh, existem diversas igrejas e monumentos históricos seculares entre eles o monastério de Dadivank, que foi erguido entre os séculos IX e XIII.

    Durante a última escalada no conflito em Nagorno-Karabakh, que começou no fim de setembro, as Forças Armadas do Azerbaijão bombardearam as ruínas da antiga cidade armênia de Tigranakert, e atingiriam duas vezes a Catedral de Ghazanchetsots, na cidade de Shusha.

    No dia 12 de novembro, o Azerbaijão garantiu que nenhum monumento será danificado depois que o país assumir o controle dos territórios citados no acordo de cessar-fogo.

    Mais:

    Lavrov afirma que não haverá qualquer missão de paz da Turquia em Nagorno-Karabakh
    'Hoje não ouvimos tiros em Nagorno-Karabakh', diz comandante da força de paz da Rússia
    Rússia acusa Ocidente de tentar minar acordo de cessar-fogo em Nagorno-Karabakh
    Patriarca armênio agradece a Putin por intervir por seu povo em Nagorno-Karabakh
    Tags:
    patrimônio histórico, patrimônio cultural, UNESCO, Azerbaijão, Armênia, Nagorno-Karabakh
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar