21:11 03 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 67
    Nos siga no

    O presidente do país declarou estar pronto a parar as hostilidades contra a Armênia e Nagorno-Karabakh, apontando as condições que Erevan deve observar para isso acontecer.

    Ilham Aliev, presidente do Azerbaijão, afirmou que Baku está pronto para discutir um regime de cessar-fogo em Nagorno-Karabakh.

    "Sim, estamos prontos, tenho dito isso muitas vezes. Estamos prontos para chegar a um acordo sobre o cessar-fogo. Mas, ao mesmo tempo, a Armênia, o seu premiê, devem declarar que estão comprometidos com os princípios estabelecidos conjuntamente pelos EUA, a Rússia e a França. Há dois dias [22], o premiê armênio declarou que não há solução diplomática para o conflito de Nagorno-Karabakh", disse Aliev no sábado (24) em uma entrevista ao canal Fox News.

    Ações militares continuam em Nagorno-Karabakh

    Anteriormente, o Ministério da Defesa do Azerbaijão anunciou que, na noite de sábado (24) para domingo, o exército do país tomou novas posições em três distritos de Nagorno-Karabakh: Khojavand, Gubadli e Lachin.

    Por sua vez, um comunicado do Exército de Defesa de Nagorno-Karabakh em sua página do Facebook informa o seguinte: "Atualmente, estão ocorrendo combates em todas as áreas da linha de frente. As unidades do Exército de Defesa continuam as operações para detectar e destruir grupos subversivos e de inteligência do inimigo".

    Durante a noite, a situação na zona de conflito permaneceu estável mas tensa, continuando os disparos de artilharia de ambos os lados em algumas áreas.

    Centro cultural danificado por bombardeio na cidade de Shushi, república não reconhecida de Nagorno-Karabakh, 24 de outubro de 2020
    © Sputnik / Ilia Pitalev
    Danos na cidade Shusha, na república não reconhecida de Nagorno-Karabakh

    "No início da noite, as forças inimigas voltaram a usar artilharia contra assentamentos civis, em particular, contra as aldeias de Karmir Shuka, Tagavard, Gishi, Spitakashen, no distrito de Martuni, e Avetaranots, no distrito de Askeran", indica o comunicado.

    Mais:

    Militares armênios compartilham VÍDEO que supostamente mostra mercenários na fronteira azeri
    Conselho de Segurança da ONU vai se reunir na segunda-feira para discutir Nagorno-Karabakh
    Em nenhuma circunstância Azerbaijão aceitaria a independência do Nagorno-Karabakh, diz Aliev (VÍDEO)
    Armênia relata ofensiva de Azerbaijão em Nagorno-Karabakh
    Tags:
    Facebook, Ministério da Defesa, Grupo de Minsk, França, Rússia, EUA, Ilham Aliyev, Nagorno-Karabakh, Armênia, Azerbaijão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar