03:34 04 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    2231
    Nos siga no

    A bandeira norte-americana foi retirada nesta segunda-feira (27) do consulado dos EUA em Chengdu, na China, após o país asiático ordenar o fechamento da representação diplomática. 

    A medida de Pequim foi uma resposta ao pedido de fechamento do consulado chinês em Houston por parte do governo dos Estados Unidos, que acusou diplomatas da China de espionagem. 

    Pequim, por sua vez, nega envolvimento em operações de espionagem e acusa os EUA de violação do direito internacional. 

    Além disso, a China diz que o governo estadunidense incita o ódio contra cidadãos chineses, causando risco para a segurança da embaixada chinesa em Washington.

    Imagens de televisão mostraram a bandeira sendo abaixada e retirada lentamente na manhã de segunda-feira (27). A expectativa é de que o consulado estadunidense seja totalmente fechado em breve, embora não tenha sido divulgado qual é a data limite para isso. 

    ​A bandeira dos Estados Unidos foi removida às 6h18 do consulado em Chengdu, na China. A expectativa é de que o consulado seja fechado nas próximas horas

    O governo dos EUA, quando ordenou o fechamento do consulado chinês em Houston, na quarta-feira (22), deu um prazo de 72 horas para que ele deixasse de funcionar.

    Segundo a agência AFP, funcionários do consulado norte-americano em Chengdu já retiraram a insígnia dos EUA da frente do prédio. Além disso, caminhões foram vistos entrando no local e sacos de lixo sendo removidos do edifício.

    Mais:

    FBI caça 'espiões militares chineses' nos EUA e Pompeo pede cruzada global contra China
    Austrália envia unidades militares a base aérea dos EUA para manobras em meio a tensões com China
    Mercosul não deve escolher lado entre EUA e China, afirma analista
    Tags:
    diplomacia, conflito, Washington, Pequim, Houston, Chengdu, Guerra Fria, espionagem, consulado, EUA, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar