02:21 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    Situação do mundo com COVID-19 em meados de junho (50)
    0 160
    Nos siga no

    A capital chinesa está em "modo de emergência" após um novo surto de COVID-19 no maior mercado atacadista da cidade, disse Xu Hejian, porta-voz do governo municipal e diretor de seu escritório de informações, neste domingo (14).

    A China registrou 57 novos casos de coronavírus neste domingo (14). É o maior aumento em quase dois meses e 36 dos novos casos estavam conectados ao mercado de Pequim.

    De acordo com Xu, o centro de resposta da COVID-19 de Pequim realizou sua 68ª reunião no sábado (13) e afirmou que a situação é de "modo de emergência" e o objetivo é conter a contágio para deter a pandemia, afirmou o representante público. 

    O mercado foi fechado após as autoridades descobrirem 46 pessoas infectadas, embora assintomáticas, que estavam ligadas ao local. Além disso, foi imposto quarentena no distrito de Fengtai, onde o mercado está localizado. Todas as pessoas que trabalham no mercado ou que estiveram nele a partir de 30 de maio serão testadas para detectar o coronavírus

    Tema:
    Situação do mundo com COVID-19 em meados de junho (50)

    Mais:

    Obuseiros mais potentes da China participam de exercícios em meio a tensões com Índia (FOTOS)
    Explosão de caminhão-tanque deixa ao menos 10 mortos e 117 feridos na China (VÍDEOS, FOTOS)
    Suposto militar chinês é preso em aeroporto nos EUA suspeito de roubar dados de pesquisas médicas
    EUA enviam 3 porta-aviões simultaneamente para o Indo-Pacífico em meio à tensão com China
    Tags:
    COVID-19, pandemia, Pequim, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar