19:10 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil e COVID-19 em meados de junho (41)
    0 40
    Nos siga no

    A partir da segunda-feira (15), terá início no Rio de Janeiro uma operação para testagem de taxistas no sambódromo do Rio de Janeiro, uma forma de conter a pandemia da COVID-19.

    A expectativa da Prefeitura do Rio é de testar cerca de cinco mil taxistas em um período de dez dias, conforme publicou o portal de notícias G1.

    Os exames serão realizados na forma de um drive-thru dentro do Sambódromo da Marquês de Sapucaí, localizado na região central da cidade, de forma que assim os taxistas não tenham que sair de seus carros para fazer o exame. A medida foi utilizada em diversos locais do mundo para diminuir os riscos de transmissão do vírus.

    O Sambódromo da Marquês de Sapucaí, em 30 de março de 2020. Ao longo da pandemia do novo coronavírus o local serviu para acolhimento de pessoas em situação de rua e também testagem de taxistas.
    © Folhapress / Marcelo Fonseca
    O Sambódromo da Marquês de Sapucaí, em 30 de março de 2020. Ao longo da pandemia do novo coronavírus o local serviu para acolhimento de pessoas em situação de rua e também testagem de taxistas.

    O sistema de testagens utilizará um aplicativo de corridas para determinar prioridades aos taxistas com maior número de viagens. Os resultados da testagem serão recebidos pelos taxistas por meio de mensagens de celular.

    O estado do Rio de Janeiro é o segundo estado com mais casos e mortes causadas pela COVID-19 no Brasil, atrás apenas de São Paulo. Segundo os dados do Ministério da Saúde, o Rio tem hoje 78.836 casos da doença e 7.592 mortes.

    Tema:
    Brasil e COVID-19 em meados de junho (41)

    Mais:

    Uso de máscaras se torna obrigatório no Rio de Janeiro
    STF proíbe operações em comunidades do Rio de Janeiro durante a pandemia
    Justiça suspende flexibilização de isolamento no Rio de Janeiro
    Tags:
    COVID-19, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar