06:33 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    220
    Nos siga no

    Uma emergência regional de saúde foi declarada no estado indiano de Kerala após a confirmação de um terceiro caso de um vírus letal que apareceu na China, levando autoridades a tomarem medidas mais severas contra esses casos.

    A "calamidade do estado" foi anunciada pelo ministro da Saúde de Kerala, KK Shailaja, que observou que a designação não era para "provocar pânico", mas "criar mais conscientização" sobre o contágio veloz, que já matou 427 pessoas e infectou mais de 20.000 em todo o mundo desde dezembro.

    Com três casos confirmados no país, a Índia começou a tomar medidas para conter o surto, mas Shailaja afirmou que alguns que retornam da China continuam evitando os exames de saúde e alertam que haverá consequências legais para quem for pego.

    "Apesar da nossa vigilância, é triste que alguns retornados se esquivem das autoridades de saúde. É realmente perigoso", disse o ministro. "Se eles continuarem fazendo isso, trataremos isso como um crime. Precisamos da cooperação de todos para superar a crise", acrescentou.
    Primeira foto do novo coronavírus feita com microscópio eletrônico por cientistas chineses
    © Foto / Arquivo nacional de microrganismos patogênicos da China
    Primeira foto do novo coronavírus feita com microscópio eletrônico por cientistas chineses

    Mais de 2.200 indianos permanecem em observação quanto a sinais da doença - que, como seu primo viral, a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS), causa sintomas graves de pneumonia - com outros 84 já internados em hospitais.

    Um número de pessoas em observação recentemente retornou da China a bordo de dois voos da companhia Air India especialmente equipados e enviados para o país evacuando cidadãos indianos, muitos deles estudantes estudando no exterior. Outros 3.000 estudantes permanecem na China, contou Shailaja.

    O novo coronavírus, apelidado de 2019-nCoV, foi confirmado em pelo menos 25 países, infectando cerca de 188 além da China continental, onde a grande maioria das fatalidades foi observada - com exceção de um cidadão chinês que viajou para as Filipinas antes de sucumbir à doença.

    Embora ainda não exista uma vacina ou cura específica para o vírus, pelo menos 500 pacientes se recuperaram após serem tratados com um "coquetel" de HIV e outros medicamentos antivirais.

    Mais:

    Hong Kong registra 1ª morte causada pelo novo coronavírus
    AIDS, gripe aviária e pragas: quão mortal é coronavírus comparado a pandemias históricas?
    Cruzeiro com 3.500 pessoas a bordo entra em quarentena por coronavírus no Japão (VÍDEO)
    Tags:
    surto, epidemia, saúde, China, Kerala, Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar